Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

7 causas comuns de barriga Inchada e o que fazer

A barriga inchada é um sintoma relativamente comum que costuma estar associado com a presença excessiva de gases intestinais, principalmente em pessoas que sofrem com prisão de ventre.

No entanto, se estiverem associados outros sintomas, como sangramento anal, aparecimento de hemorroidas ou pele amarelada, por exemplo, é importante consultar um gastroenterologistas para avaliar a situação e iniciar o melhor tratamento.

Outra situação comum de inchaço na barriga é a má digestão, por isso, se acha que esse pode ser esse o problema, assista o vídeo da nutricionista Tatiana Zanin para conhecer as causas da má digestão e como solucionar:

As principais causas de barriga inchada incluem:

1. Excesso de gases

São a causa mais comum e geralmente ocorrem devido a situações como alimentação rica em gorduras, frituras ou doces. O consumo de alimentos muito condimentados, com temperos em excesso também são algumas das causas frequentes da barriga inchada, pois estimulam a formação de gases intestinais, que tendem a dilatar a região abdominal inferior.

O que fazer: comer devagar, não engolir ar ao comer e tomar chá de erva-doce são algumas opções naturais e simples para acalmar a produção de gases, aliviando os sintomas rapidamente. Pode-se também fazer uso de medicamentos, como o Luftal. Veja outras formas naturais de combater os gases intestinais.

2. Prisão de ventre

A prisão de ventre pode estar relacionada ao baixo consumo de fibras, pouca atividade física e pouca ingestão de água, podendo afetar pessoas de todas as idades, embora seja mais comum em pessoas sedentárias e em acamados.

Além do inchaço da barriga, a prisão de ventre também é acompanhada de dificuldade para defecar e sensação de gases presos na barriga, por exemplo.

O que fazer: consumir alimentos ricos em fibras, pois favorecem a formação do bolo fecal, diminuindo a prisão de ventre e os gases associados a ela. Bons exemplos são aveia, muesli, farelo de trigo, alimentos integrais, frutas e verduras cruas ou cozidas em água e sal.

Além disso, pode-se ainda tomar diariamente um copo de iogurte natural batido com 1/2 mamão papaia. Esta receita não tem contraindicações e podem ser utilizada por pessoas de todas as idades. Veja outras formas naturais de combater a prisão de ventre.

3. Excesso de peso

Por vezes, a barriga não está somente inchada havendo acúmulo de gordura nesta região e neste caso é preciso fazer mudanças no estilo de vida e assim perder peso e queimar a gordura da região abdominal para solucionar o problema.

O que fazer: fazer exercícios diariamente e comer menos alimentos ricos em gordura e em açúcar, além de fazer acompanhamento nutricional e médico para redução de peso. Se você precisa de ajuda para adequar a alimentação assista ao vídeo a seguir:

4. Menstruação

É muito comum as mulheres se queixarem de ter a barriga inchada durante o período da TPM e da menstruação. Isso ocorre devido ao acúmulo de líquidos na zona abdominal nessa fase, que tende a desaparecer naturalmente com o fim da menstruação.

O que fazer: para diminuir a barriga inchada durante a menstruação, o que se pode fazer é tomar um chá diurético, como o chá verde ou comer algumas fatias de melão, por exemplo.

5. Gravidez

Quando a barriga começa a ficar mais inchada do umbigo para baixo e a menstruação está atrasada alguns dias, isto pode ser um sinal de gravidez. É normal que a barriga comece a ficar mais proeminente abaixo do umbigo no 1º trimestre de gravidez e, com o passar do tempo, ela vai crescendo com uma forma mais uniforme até que chegue próxima aos seios.

Se você acha que pode estar grávida faça o teste a seguir:

Saiba se está grávida

Começar o teste
Imagem ilustrativa do questionário
Imagem ilustrativa da questão
No ultimo mês você teve relação sexual sem usar camisinha ou outro método contraceptivo como DIU, implante ou anticoncepcional?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Você notou algum corrimento vaginal cor-de-rosa ultimamente?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Você está ficando enjoada e tem vontade de vomitar de manhã?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Você está mais sensível ao cheiros, ficando incomodada com cheiros como cigarro, comida ou perfume?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Sua barriga parece mais inchada que antes, sendo mais difícil manter a calça jeans apertada durante o dia?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Sua pele parece mais oleosa e com tendência à acne?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Você está se sentindo mais cansada e com mais sono?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Sua menstruação está atrasada há mais de 5 dias?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Você já fez algum teste de gravidez de farmácia ou o exame de sangue, no ultimo mês, com resultado positivo?
  • Sim
  • Não
Imagem ilustrativa da questão
Você tomou a pílula do dia seguinte até 3 dias após a relação desprotegida?
  • Sim
  • Não

Durante a gravidez, as mulheres tendem a acumular muitos líquidos, ficando com um aspecto todo inchado, principalmente nos tornozelos, mãos e nariz. Quanto a isto, o que se pode fazer é diminuir o consumo de sal e de sódio e beber bastante água. Não é recomendado tomar nenhum chá sem o conhecimento do médico, pois muitos podem provocar o parto prematuro.

6. Ascite

A ascite é uma condição médica onde ocorre o acúmulo de líquido na região abdominal, principalmente devido a problemas do fígado, como cirrose hepática, por exemplo. A barriga fica inchada não só pelo acúmulo de líquidos, mas também porque órgãos como fígado e baço ficam com suas funções alteradas.

O que fazer: caso se suspeite de ascite é recomendado consultar um gastroenterologista para avaliar a causa do problema e iniciar o tratamento mais adequado. Saiba mais sobre a ascite e como é feito o tratamento.

7. Obstrução intestinal

A obstrução intestinal é uma situação de emergência que acontece quando as fezes não conseguem passar pelo intestino devido à uma interferência no seu trajeto, surgindo sintomas como dificuldade para evacuar ou eliminar gases, inchaço da barriga, náuseas ou dor abdominal.

O que fazer: o tratamento para a obstrução intestinal varia de acordo com a localização e a gravidade dos sintomas, devendo sempre ser feito no hospital, já que pode ser necessária a realização de cirurgia. Entenda melhor quando acontece a obstrução e como se trata.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem