Dormência no braço esquerdo: o que pode ser e o que fazer

A dormência no braço esquerdo corresponde à perda de sensibilidade desse membro e normalmente é acompanhada de formigamento, podendo acontecer devido à postura errada ao sentar ou dormir, por exemplo. No entanto, em alguns casos, a dormência pode acontecer devido à compressão nos nervos pela presença de tumores ou infecção ou ser um dos sinais de infarto ou AVC, por exemplo.

Assim, é importante ficar atento à presença de outros sintomas além da dormência, como dor no pescoço, dificuldade para respirar, alteração dos batimentos cardíacos e fala embolada, por exemplo, é importante que o médico seja consultado para que sejam feitos exames para identificar a causa e, assim, iniciar o tratamento mais adequado.

Dormência no braço esquerdo: o que pode ser e o que fazer

1. Infarto

O formigamento e dormência do braço esquerdo é um dos principais sintomas de infarto, principalmente quando acompanhado de outros sintomas, como dor no peito em forma de pontada ou aperto, mal estar, tosse seca e dificuldade para respirar, por exemplo. Saiba como reconhecer os sintomas de infarto.

O infarto acontece devido à falta de sangue no coração devido à presença, na maioria das vezes, de placas de gordura no interior dos vasos, interrompendo o fluxo sanguíneo.

O que fazer: Assim que surgirem os primeiros sintomas de infarto, é importante ir imediatamente para o hospital, posto clínico mais próximo ou ligar para o 192 para que sejam tomadas as medidas necessárias. No hospital geralmente o tratamento é feito com o uso de máscara de oxigênio para facilitar a respiração da pessoa, além do uso de medicamentos que possam regular a chegada de sangue para o coração, ou realização de um cateterismo cardíaco, no qual um cateter é inserido com o objetivo de se colocar um stent ou um balão para restabelecer o fluxo de sangue e evitar a morte do tecido.

É importante que após o episódio de infarto sejam tomados alguns cuidados com a saúde, como a prática de exercícios de forma regular, de acordo com a recomendação do cardiologista, além de evitar fumar e beber e ter uma alimentação saudável e pobre em frituras, principalmente.

2. Postura errada

A má postura também pode ser considerada uma das principais causas de formigamento e dormência do braço esquerdo, pois de acordo com a posição da coluna e do braço, pode haver compressão dos nervos, havendo dormência.

As pessoas que trabalham no computador, por exemplo, podem ter com mais frequência a dormência no braço esquerdo, principalmente quando os braços não estão apoiados adequadamente, a postura sentado não está correta e a altura ou posicionamento do computador não é a recomendada. Os trabalhadores cuja atividade resulta em pressão sobre o ombro ou o braço também podem sentir com mais frequência o ombro esquerdo dormente, como no caso dos pedreiros e carregadores de mercadorias em lojas, por exemplo.

Além disso, algumas posições para dormir também podem resultar no braço esquerdo dormente, bem como em problemas na coluna. Veja quais são as melhores e piores posições para dormir.

O que fazer: Para melhorar a postura e evitar que o braço fique dormente, é importante manter a coluna ereta e distribuir o peso do corpo sobre os 2 pés quando estiver em pé, além de garantir que o osso do bumbum e as costas fiquem apoiadas na cadeiras e os pés no chão, quando sentado.

Além disso, é importante ter consciência corporal e praticar exercícios de forma regular. Confira no vídeo a seguir alguns exercícios para melhorar a postura:

3. Tendinite

A tendinite, que é a inflamação das estruturas que ligam o osso ao músculo, pode surgir devido a esforços repetitivos, como lavar roupa, cozinhar, escrever ou digitar por muito tempo, por exemplo, podendo fazer com que o braço fique dormente e formigando, devido à movimentação repetitiva da articulação do ombro ou do cotovelo.

Além disso, pode haver fraqueza do braço, dificuldade para realizar algum movimento e cãibras, por exemplo.

O que fazer: O tratamento da tendinite é feito de acordo com a recomendação médica, sendo normalmente indicado o uso de medicamentos anti-inflamatórios, uso de bolsa de gelo pelo menos 3 vezes ao dia por 20 minutos e fisioterapia, por exemplo. Além disso, é importante evitar a atividade responsável pela tendinite.

4. Lesão ou pressão nos nervos

Algumas situações podem pressionar os nervos localizados nas costas e que irradiam para os braços e, quando isso acontece, pode haver dormência e formigamento do braço. Algumas situações que podem causar pressão nesses nervos são tumores, osteoartrose da coluna, infecção, ficar parado na mesma posição por muito tempo e, até mesmo, hérnia de disco na cervical, por exemplo.

O que fazer: Nesses casos o mais recomendado ir ao neurologista ou ortopedista para que seja identificada a causa da compressão dos nervos, por meio de avaliação clínica e realização de exames de imagem, e, assim, seja indicado o tratamento, que pode ser feito com fisioterapia, na maioria dos casos, ou cirurgia.

5. AVC

O acidente vascular cerebral, também conhecido como AVC, também pode ter como sintoma a dormência e o formigamento no braço esquerdo, além de dor de cabeça forte, falta de força em um dos lados do corpo, fala embolada e perda da sensibilidade.

O que fazer: Na presença de sinais indicativos de AVC, é importante que o 192 seja contactado ou a pessoa seja encaminhada para o hospital para que seja iniciado o tratamento mais adequado. Veja mais detalhes sobre o AVC e o que fazer.

Quando ir ao médico

É importante que o médico seja consultado quando surgem outros sintomas além da dormência no braço, como:

  • Dor no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dificuldade para realizar movimentos do dia a dia, como escrever ou digitar, por exemplo;
  • Cãibras frequentes;
  • Dor no pescoço;
  • Perda de força no braço;

Assim, na presença desses sinais e sintomas, o médico pode indicar a realização de exames laboratoriais e/ ou de imagem para identificar a causa e, assim, ser indicado o tratamento mais adequado.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: