Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Capim santo (capim limão): para que serve e como usar

O capim santo, também conhecido como capim limão ou erva-príncipe, é uma planta medicinal que possui aroma semelhante ao limão quando suas folhas são cortadas e que pode ser usada para complementar o tratamento de diversas doenças, principalmente alterações no estômago.

Essa planta também possui outros nome, como capim-cidreira capim-cheiroso, capim-cidrão, chá-de-estrada, capim-cidró, capim-catinga ou citronela de Java e seu nome científico é Cymbopogon citratus.

O capim santo pode ser encontrado em algumas lojas de produtos naturais ou sob a forma de chá em alguns mercados.

Capim santo (capim limão): para que serve e como usar

Para que serve

O capim santo é uma planta rica em terpenos, flavonoides e compostos fenólicos que proporcionam efeito antioxidante. Por isso, o uso dessa planta pode ter diversos benefícios para a saúde, que incluem:

  • Melhorar a digestão e tratar alterações do estômago, já que possui ação bacteriana e ajuda a aliviar as dores estomacais devido a sua ação antiespasmódica;
  • Ação anti-inflamatória e analgésica, tratando a dor de cabeça, muscular, dor de barriga, reumatismo e tensão muscular;
  • Protege a saúde do coração, já que ajuda a regular o colesterol;
  • Pode regular a pressão arterial;
  • Pode possuir propriedades anticancerígenas, já que é rica em antioxidantes e, por isso, alguns estudos indicam que pode retardar o crescimento de fibrossarcomas e prevenir metástases do câncer de pulmão, por exemplo;
  • Diminuir inchaço, já que possui propriedades diuréticas, ajudando a eliminar o excesso de líquido do organismo;
  • Aliviar a gripe, diminuindo a tosse, a asma e o excesso de secreção, quando utilizada na aromaterapia.

Além disso, esta planta poderia exercer efeitos ansiolíticos, hipnóticos e antidepressivos, no entanto os resultados relacionados a esses efeitos são contraditórios, sendo necessários mais estudos que avaliem esses benefícios.

Por possuir óleo de citronela em sua composição, o capim santo também pode ser considerado um excelente repelente natural contra insetos, como moscas e mosquitos.

Como usar

O capim-santo atua como repelente natural de insetos, mas ela pode ser consumida em forma de chá ou utilizada em forma de compressas para acalmar dores musculares.

  • Chá de capim santo: Colocar 1 colher (de chá) das folhas picadas numa xícara e cobrir com água fervente. Tampar, esperar esfriar, coar muito bem e beber a seguir. Tomar de 3 a 4 xícaras por dia.
  • Compressas: Preparar o chá e depois mergulhar um pedaço de pano limpo nele, aplicando na região dolorida. Deixar atuar por pelo menos 15 minutos.

Além disso, a partir de suas folhas pode-se obter o óleo essencial de capim limão, que pode ser utilizado na aromaterapia para aliviar os sintomas da gripe, assim como para repelir os insetos, devendo para isso utilizar 3 a 5 gotas em um difusor.

Efeitos secundários

O capim santo pode causar enjoo, boca seca e diminuição da pressão arterial, podendo provocar o desmaio. Por isso, é recomendado que o uso do capim limão seja utilizado nas quantidades recomendadas.

Quando é utilizada na pele, o capim limão pode provocar queimaduras principalmente quando expõe-se ao sol em seguida. Por isso, é importante lavar a região tratada logo após a sua utilização.

Contraindicações

O uso do capim santo está contraindicado em casos de dor abdominal forte sem causa aparente, caso se faça uso de diuréticos e durante a gravidez. Além disso, no caso de se fazer uso de medicamentos para controlar a pressão arterial, deve-se consultar o médico antes de fazer uso dessa planta.

Bibliografia >

  • NAMBIAR Vanisha; MATELA Hema. Potential Functions of Lemon Grass (Cymbopogon citratus) in Health and Disease. International Journal of Pharmaceutical & Biological Archives . 3. 5; 1035-1043, 2012
  • SHAH Gagan; SHRI Richa et al. Scientific basis for the therapeutic use of Cymbopogon citratus, Stapf (Lemon grass). Journal of Advanced Pharmaceutical Technology & Research. 2. 1; 3-8, 2011
  • FERNANDES CN; DE SOUZA HF et al. Investigation of the Mechanisms Underlying the Gastroprotective Effect of Cymbopogon Citratus Essential Oil. Journal of Young Pharmacists. 4. 1; 28-32, 2012
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem