Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Catalepsia: o que é, tipos, causas e tratamento

A catalepsia é um distúrbio em que a pessoa não consegue se movimentar devido a rigidez muscular, não sendo capaz de mexer os membros, a cabeça e até sendo incapaz de falar. No entanto, todos seus sentidos e funções vitais continuam funcionando corretamente, o que pode causar extrema sensação de pânico e ansiedade.

Esta condição geralmente se mantém por alguns minutos, mas, em casos mais raros, pode continuar por várias horas. Por esse motivo, existem histórias de pessoas que foram enterradas vivas durante um estado cataléptico, o que hoje em dia seria impossível, já que existem aparelhos que detectam as funções vitais, como é o caso do eletroencefalograma e do eletrocardiograma.

Catalepsia: o que é, tipos, causas e tratamento

Principais tipos e causas de catalepsia

A catalepsia pode ser dividida em dois tipos principais:

  • Catalepsia patológica: a pessoa apresenta rigidez muscular e não se consegue movimentar, parecendo uma estátua. Este distúrbio provoca muito sofrimento, porque a pessoa consegue ouvir e ver tudo à sua volta, apenas não consegue reagir fisicamente. Estas pessoas podem ser confundidas com um cadáver, devido à semelhança dos sintomas com o rigor mortis, também chamado de rigidez cadavérica, que ocorre após a morte.
  • Catalepsia projetiva, também conhecida por paralisia do sono: é um transtorno que ocorre logo após acordar ou no momento em que se está tentando adormecer e que impede o corpo de se mexer, mesmo quando a mente está acordada. Assim, a pessoa acorda mas não consegue se movimentar, causando angústia, medo e terror. Saiba mais sobre paralisia do sono.

Não se sabe ao certo o que causa a catalepsia patológica, mas pensa-se que possa ser induzida por alguns medicamentos neurolépticos, predisposição genética combinada com problemas neurológicos graves, como a depressão. Além disso, pensa-se ainda que possa ser causada por traumatismos cranianos, má formação congênita de uma região cerebral, esquizofrenia ou epilepsia.

A catalepsia projetiva acontece porque durante o sono o cérebro relaxa todos os músculos do corpo, mantendo-os imóveis para que se possa conservar energia e evitar movimentos bruscos durante os sonhos. No entanto, quando acontece um problema de comunicação entre o cérebro e o corpo durante o sono, o cérebro pode demorar para devolver o movimento ao corpo, deixando a pessoa paralisada.

Quais os sintomas

Os sinais e sintomas que podem ocorrer durante uma crise de catalepsia são:

  • Paralisia completa do corpo;
  • Rigidez muscular;
  • Incapacidade para mover os olhos;
  • Incapacidade para falar
  • Sensação de falta de ar.

Além destes sintomas, por ser uma situação extremamente angustiante, a pessoa com catalepsia também pode sentir muito medo e pânico, além de poder desenvolver alucinações auditivas, como ouvir vozes e sons que não existem.

Como é feito o tratamento

O tratamento depende da gravidade dos sintomas e da duração dos episódios, mas uma boa opção para evitar estas crises é manter um sono regular e tranquilo. Podem ainda ser receitados pelo médico antidepressivos ou hipnóticos, como o anafranil ou a clomipramina, por exemplo e serem associadas sessões de psicoterapia.

Além disso, a administração de medicamentos relaxantes musculares podem ser eficazes em algumas pessoas com catalepsia, que evitam o estado de imobilidade total.

Bibliografia >

  • Isabel Herrero de la Torre. La catalepsia: la neurofisiología de la muerte aparente. Reduca (Recursos Educativos). Serie Congresos Alumnos. 3 (6): 4, 2011.
  • Flávio Alóe. et al. Diretrizes brasileiras para o diagnóstico da narcolepsia. Revista Brasileira de Psiquiatria . vol 32, n 3. pp. 294-304, 2010
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.


Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem