Cefalexina é segura na Gravidez?

A cefalexina é um antibiótico que serve para o tratamento da infecção urinária, dentre outros males. Ele pode ser utilizado durante a gravidez pois não faz mal ao bebê, mas sempre sob orientação médica.

Segundo a classificação da FDA a cefalexina possui risco B quando utilizada durante a gravidez. Isto quer dizer que foram realizados testes em cobaias animais mas não foram encontradas alterações significativas nelas ou nos fetos, entretanto não foram realizados testes em mulheres grávidas e a sua recomendação fica a critério médico após avaliar o risco/benefício.

De acordo com a prática clínica, o uso da cefalexina 500mg de 6 em 6 horas parece não fazer mal a mulher nem prejudicar o bebê, sendo uma opção segura de tratamento. Contudo, só deve ser usada sob indicação do obstetra, somente se muito necessária.

Cefalexina é segura na Gravidez?

Como tomar cefalexina na gravidez

O modo de uso na gestação deve ser de acordo com a orientação médica, mas pode variar entre 250 ou 500 mg/kg a cada 6, 8 ou 12 horas.

Posso tomar cefalexina amamentando?

O uso da cefalexina durante a amamentação deve ser feita com alguma cautela pois o medicamento é excretado no leite materno, dentre 4 a 8 horas após a toma de um comprimido de 500 mg.

Caso a mulher tenha que usar esse medicamento, pode preferir tomar no mesmo momento em que o bebê mama, porque assim, quando estiver na hora dele mamar novamente, a concentração desse antibiótico no leite materno é menor. Outra possibilidade é a mãe tirar leite antes de tomar o medicamento e oferecer esse leite ao bebê enquanto não puder dar de mamar. 

Confira a Bula completa da Cefalexina

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • VALLANO, Antonio; ARNAU, Josep. Antimicrobianos y embarazo. Enfermedades infecciosas y microbiología clínica. 27. 9; 536-542, 2009
  • ROMERO, Katherine et al. Evaluación del uso de antibióticos en mujeres embarazadas con infección urinaria en el Centro de Salud ¨Juan Eulogio Pazymiño¨ del Distrito de Salud 23D02.. Revista chilena de obstetricia y ginecología. 84. 3; 169-178, 2019
  • BOGANTES, Josette; SOLANO, Gastón. INFECCIONES URINARIAS EN EL EMBARAZO. Revista médica de Costa Rica y Centroamérica. 67. 593; 233-236, 2010
Mais sobre este assunto: