Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Ciclo circadiano: o que é, fisiologia e quais os distúrbios

Abril 2021

O ciclo circadiano, também conhecido como ritmo circadiano, é o período de 24 horas em que o relógio biológico interno mantém as atividades e os processos biológicos do corpo como metabolismo, sono e vigília, e é influenciado pela exposição à diferentes tipos de luminosidade ao longo do dia.

Isto ocorre porque o cérebro recebe estímulos diferentes quando é dia ou noite, produzindo hormônios como cortisol e melatonina, alterando a temperatura corporal e regulando o metabolismo para manter a pessoa acordada ou dormindo. 

Alguns fatores podem perturbar o ciclo circadiano como dormir tarde, horário de trabalho ou das refeições, ter insônia, fazer viagens que envolvem mudanças de fuso horário e até mesmo o início ou término do horário de verão, levando a uma desregulação do relógio biológico e aparecimento de sintomas como cansaço excessivo, perda de concentração, dor de cabeça ou irritabilidade.

Além disso, cada pessoa tem o seu próprio relógio biológico e por isso as pessoas são classificadas em matutinas, vespertinas ou intermediárias, conforme os períodos de sono e vigília que apresentam nas 24 horas do dia. Saiba como identificar o próprio relógio biológico

Ciclo circadiano: o que é, fisiologia e quais os distúrbios

Fisiologia do ciclo circadiano humano

O ciclo circadiano humano é controlado pelo hipotálamo, uma região do cérebro que recebe sinais sobre luz e escuridão, captados pela retina nos olhos, e estabelece os padrões de sono e vigília ao longo do dia. 

Esses sinais são transmitidos pelo hipotálamo para a glândula hipófise no cérebro, que é responsável pela produção de um hormônio chamado melatonina, que em resposta à escuridão tem seus níveis aumentados para preparar o corpo para dormir, diminuindo a temperatura corporal, a pressão arterial, a frequência cardíaca, a respiração, o metabolismo corporal e a atividade do sistema urinário. 

Durante o dia, quando a retina detecta luz, a produção de melatonina é inibida e o cérebro envia estímulos para as glândulas suprarrenais para aumentarem a produção de cortisol para deixar o corpo mais alerta e aumentar a vigília durante o dia. Este hormônio também pode aumentar em períodos de estresse ou estar mais elevado em condições crônicas, o que pode comprometer o bom funcionamento do ciclo circadiano. Veja para que serve o hormônio cortisol

Distúrbios do ritmo circadiano

O ciclo circadiano é comandado pela mudança de luminosidade da escuridão da noite para a claridade do dia, regulando os níveis hormonais do corpo e o estado de sono e vigília.

Alguns fatores podem contribuir para alterar o ritmo circadiano como trabalhar à noite, gravidez, mudanças de fuso horário, uso de remédios, mudanças de rotina como ficar acordado ou dormir até tarde, menopausa, e até mesmo doenças como Alzheimer ou Parkinson, por exemplo. Dessa forma, não só o sono é afetado, mas também pode causar distúrbios na produção de hormônios, alterações da temperatura corporal, do metabolismo e dos hábitos alimentares, o que pode levar ao desenvolvimento de diabetes, obesidade e depressão. Saiba mais sobre as alterações do ciclo circadiano e como tratar

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • PURVES, D.; et al. The Circadian Cycle of Sleep and Wakefulness. 2. Sunderland (MA): Sinauer Associates, 2001.
  • MONTARELI, Angela; et al. Biological Rhythm and Chronotype: New Perspectives in Health. Biomolecules . 2021 Mar 24;11(4):487.. 11. 4; 487, 2021
  • MCCLUNG, C. R . Circadian Clock Components Offer Targets for Crop Domestication and Improvement. Genes (Basel). 12. 3; 374, 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...