Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Comida pronta faz mal à saúde?

Julho 2020

O consumo frequentes de alimentos prontos podem ser prejudiciais para a saúde, isso porque a grande maioria tem altas concentrações de sódio, açúcar, gordura saturada e substâncias químicas que melhoram e garantem o sabor, além de aumentar o prazo de validade do alimento.

Assim, devido à quantidade de sódio, gordura e conservantes, as comidas prontas podem favorecer o ganho de peso, o aumento da pressão e elevar o risco de problemas no coração e no intestino.

Comida pronta faz mal à saúde?

Riscos para a saúde

As comidas prontas, que podem ou não estar congeladas, podem ter vários impactos negativos na saúde, isso porque os alimentos que são utilizados no seu preparo na maioria das vezes perdem qualidade durante o processo de congelamento, além de que é normalmente adicionado conservantes e sal para garantir o sabor do alimento e aumentar o prazo de validade. 

Assim, alguns dos principais riscos relacionados com o consumo a longo prazo de comidas prontas congeladas são:

1. Ganho de peso

Quando se consome de forma frequente comidas prontas congeladas, é possível que exista aumento de peso e da quantidade de gordura corporal, isso porque a maioria dessas comidas tem grande quantidade de calorias. Além disso, como muitas vezes são pouco ricas nutricionalmente, não garantem a saciedade e, por isso, a pessoa sente vontade de comer mais e mais vezes ao longo do dia.

2. Aumento da pressão arterial

O aumento da pressão arterial está normalmente relacionado com a grande quantidade de sódio presente nos alimentos e temperos prontos, principalmente nas lasanhas, sopas em pó, macarrão instantâneo e temperos em cubo.

Uma porção de 300 g de lasanha, por exemplo, tem mais de 30% de todo o sal que um adulto pode comer por dia, enquanto um cubo de tempero de carne tem o dobro de sal que um adulto pode comer no dia inteiro. Assim, é fácil exagerar no sal ao consumir produtos industrializados, o que aumenta o risco de desenvolver pressão alta. Saiba qual é a recomendação diária de sal.

Veja como consumir menos sal assistindo ao vídeo a seguir:

3. Aumento do colesterol

Além da grande quantidade de sódio, as comidas prontas também são ricas em gordura saturada, que é a principal responsável por aumentar o colesterol ruim e reduzir o colesterol bom.

Assim, devido a alteração nos níveis de colesterol, há também maior risco de desenvolvimento de alterações cardíacas, como infarto, AVC e aterosclerose, que é o entupimento dos vasos sanguíneos devido à presença de placas de gordura, além de aumentar a chance de ter gordura no fígado.

4. Problemas intestinais

Devido ao alto teor de substâncias químicas, como conservantes, saborizantes, corantes e realçadores de sabor, o consumo frequente das comidas prontas também pode levar a problemas de saúde como irritação no estômago, câncer de cólon, dor de cabeça, formigamento, pedras nos rins, náuseas e redução da absorção de vitaminas no intestino.

Além disso, aditivos alimentares como o glutamato monossódico deixam o paladar viciado no sabor artificial da comida, o que causa o aumento do consumo desse tipo de produto. 

Como escolher a comida congelada

Apesar da comida congelada não ser a melhor escolha para uma refeição, em algumas situações o seu consumo pode ser considerado. Assim, é importante ter atenção ao rótulo do alimento, devendo dar preferência às comidas que possuem menor quantidade de gordura e sódio. Outras dicas para escolher a comida congelada são:

  • Evitar comidas congeladas com molhos ou caldas;
  • Não descongelar a caixa completa, retirando apenas a porção necessária;
  • Evitar comprar refeições congeladas pouco saudáveis, mesmo que tenham sido preparadas frescas.

Mesmo no caso dos vegetais e frutas é importante verificar os ingredientes, pois só devem estar referidas as próprias frutas e vegetais, qualquer outro ingredientes pode indicar que possuem conservantes que podem fazer mal para a saúde.

Frutas e legumes congelados são saudáveis?

As frutas, verduras e legumes congelados são saudáveis desde que tenham sido congelados pouco tempo depois de terem sido colhidos, pois assim é possível manter os seus nutrientes e benefícios para a saúde. Aliás, algumas frutas e legumes, como morango, ervilhas ou feijão perdem muito mais rapidamente a vitamina C quando estão frescos do que congelados.

Saiba como congelar corretamente os alimentos para garantir os seus benefícios:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem