Prevenção da COVID-19: como se proteger do coronavírus

O vírus responsável pela COVID-19, o SARS-CoV-2, pode ser facilmente transmitido por tosse e espirros, através das gotículas de saliva e das secreções respiratórias que ficam suspensas no ar. Assim, a melhor forma de prevenir o contágio é através da utilização de máscaras de proteção individual e lavagem frequente das mãos, além de ser também importante manter o distanciamento social e evitar ambientes com muitas pessoas.

Os sintomas da COVID-19 são parecidos com os de uma gripe comum, podendo levar ao surgimento de tosse, febre, falta de ar e dor de cabeça. No entanto, em alguns casos, é possível que exista comprometimento grave dos pulmões, o que pode causar sintomas mais sérios como dificuldade para respirar, dor no peito e confusão mental, por exemplo. Confira quais os principais sintomas da COVID-19 e faça nosso teste online para saber qual o seu risco.

Prevenção da COVID-19: como se proteger do coronavírus

Cuidados gerais para se proteger do vírus

Para se proteger da infecção pelo SARS-CoV-2, é recomendado que seja utilizada máscara de proteção individual do tipo N95, N100, FFP2 ou FFP3, de preferência. As máscaras de tecido com dupla camada e as máscaras cirúrgicas também ajudam a prevenir a infecção. Independentemente do tipo de máscara, é importante que sejam trocadas com alguma frequência e devidamente higienizadas, no caso das máscaras de tecido, e descartadas.

Além do uso de máscaras, outros cuidados gerais que ajudam a proteger do vírus responsável pela COVID-19 são:

  1. Lavar frequentemente as mãos com água e sabão por, pelo menos, 20 segundos, especialmente depois de estar em contato com alguém que possa estar doente;
  2. Evitar frequentar locais públicos, fechados e com muita gente, como shoppings ou academias, preferindo ficar em casa o máximo de tempo possível;
  3. Cobrir a boca e nariz sempre que precisar tossir ou espirrar, utilizando um lenço descartável ou a roupa;
  4. Evitar tocar os olhos, nariz e boca;
  5. Evitar compartilhar objetos pessoais que possam estar em contato com gotículas de saliva ou secreções respiratórias, como talheres, copos e escovas de dentes;
  6. Manter os ambientes fechados bem arejados, abrindo a janela para permitir a circulação de ar.

Quando não é possível evitar frequentar locais públicos fechados e com muitas pessoas é fundamental utilizar a máscara de proteção e reforçar a lavagem e a desinfecção das mãos com álcool-gel.

No caso dos alimentos, uma vez que a transmissão fecal-oral ainda não é comprovada, nem descartada, é indicado que os alimentos sejam devidamente cozinhados e que frutas e verduras sejam higienizados com uma solução de bicarbonato, por exemplo, pois assim é possível não só prevenir o contato com o SARS-CoV-2, caso este esteja presente, como também é possível prevenir outras doenças transmitidas por alimentos. Veja como lavar bem frutas e verduras.

Vacina contra COVID-19

A vacina contra a COVID-19 é a forma mais eficaz de prevenir o desenvolvimento dos casos graves de COVID-19, sendo consideradas seguras pela Organização Mundial de Saúde. No entanto, a vacinação não impede o contágio e a transmissão da doença, mas previne as formas graves. Assim, é importante que além da vacinação, as medidas preventivas sejam continuadas, como lavagem e desinfecção das mãos e uso de máscaras individuais, por exemplo. Veja mais sobre a vacina para COVID-19.

Assista o vídeo seguinte e entenda melhor como acontece a transmissão do coronavírus e como se proteger:

1. Como se proteger no trabalho

Durante períodos de pandemia, como acontece com a COVID-19, o ideal é que o trabalho seja feito a partir de casa sempre que possível. Porém, nas situações em que isso não é possível, existem algumas regras que ajudam a diminuir o risco de pegar o vírus no local de trabalho:

  • Evitar o contato próximo com os colegas de trabalho através de beijos ou abraços;
  • Pedir para que trabalhadores doentes fiquem em casa e não se desloquem para o trabalho. O mesmo se aplica para pessoas que apresentem sintomas de origem desconhecida;
  • Evitar o aglomerado de muitas pessoas em cômodos fechados, por exemplo, no refeitório, fazendo turnos com poucas pessoas para almoçar ou lanchar;
  • Limpar regularmente todas as superfícies do local de trabalho, principalmente mesas, cadeiras e todos os objetos de trabalho, como computadores ou telas. Para fazer a limpeza pode ser utilizado um detergente normal ou uma mistura de 250 ml de água com 1 colher de sopa de água sanitária (hipoclorito de sódio). A limpeza deve ser feita com luvas descartáveis.

A estas regras devem ser adicionados os cuidados gerais contra qualquer tipo de vírus, como manter as janelas abertas sempre que possível, para permitir a circulação do ar e limpar o ambiente.

2. Como se proteger nos locais públicos

No caso dos locais públicos, como shopping, cinema, academias, cafés, supermercados e lojas, por exemplo, é importante ter também alguns cuidados, como:

  • Ficar o mínimo de tempo possível no local, saindo imediatamente após terminar a compra;
  • Evitar utilizar as maçanetas das portas com as mãos, usando o cotovelo para abrir a porta sempre que possível;
  • Lavar as mãos antes de sair do local público, para evitar contaminar o carro ou a casa;
  • Dar preferência para horários com menos pessoas.

Locais públicos ao ar livre e com boa ventilação, como parques ou jardins, podem ser utilizados com segurança para passear ou fazer exercício físico, e, mesmo que seja ao ar livre, caso existam muitas pessoas, é recomendado manter o distanciamento e usar a máscara de proteção individual.

Prevenção da COVID-19: como se proteger do coronavírus

O que fazer em caso de suspeita

É considerada suspeita de infecção pelo novo coronavírus, o SARS-CoV-2, quando a pessoa teve em contato direto com casos confirmados, ou suspeitos, de COVID-19 e apresenta sintomas da infecção, como tosse intensa, falta de ar e febre alta.

Nesses casos é recomendado que a pessoa ligue para a linha "Disque Saúde" através do número 136 ou do Whatsapp: (61) 9938-0031, para receber orientações de profissionais de saúde do Ministério. Caso seja indicado ir ao hospital para fazer exames e confirmar o diagnóstico, é importante ter alguns cuidados para evitar passar o possível vírus para outras pessoas, como:

  • Usar máscara de proteção;
  • Cobrir a boca e o nariz com lenço de papel sempre que precisar tossir ou espirrar, descartando no lixo após cada utilização;
  • Evitar o contato direto com outras pessoas, através do toque, beijos ou abraços;
  • Lavar as mãos antes de sair de casa e assim que chegar ao hospital;
  • Evitar usar transporte público para ir ao hospital ou posto de saúde;
  • Evitar estar em ambientes fechados com outras pessoas.

Além disso, é importante avisar as pessoas que estiveram em contato próximo nos últimos 14 dias, como familiares e amigos, sobre a suspeita, para que essas pessoas também possam ficar atentas ao possível surgimento de sintomas.

No hospital e/ou no serviço de saúde, a pessoa com suspeita de COVID-19 será colocada em um local isolado para evitar que o vírus se espalhe e, em seguida, serão feitos alguns exames de sangue, como o PCR, análise de secreções respiratórias e tomografia de tórax, que servem para identificar o tipo de vírus que está causando os sintomas, saindo do isolamento apenas quando o resultado dos exames for negativo para COVID-19. Veja como é feito o teste de COVID-19.

Como preparar um quarto de isolamento em casa

O quarto de isolamento deve ser utilizado para pessoas que estejam doentes com sintomas leves, ou moderados, que possam ser tratados em casa, como mal-estar geral, tosse e espirros constantes, febre baixa ou coriza. Assim, esse quarto serve para separar pessoas doentes dos restantes familiares saudáveis, até que seja dada alta por um médico ou até que seja feito um teste para coronavírus com resultado negativo. 

Este tipo de quarto não precisa de preparação especial mas deve ter sempre a porta fechada e a pessoa doente não deve sair do cômodo. Caso seja necessário sair para ir ao banheiro, por exemplo, é importante que seja utilizada uma máscara para que a pessoa se movimente nos corredores da casa. No final, o banheiro deve ser limpo e desinfectado de cada vez que é utilizado, principalmente o vaso, chuveiro e a pia.

No interior do quarto, a pessoa deve também manter os mesmos cuidados gerais, como usar um lenço descartável para cobrir a boca e o nariz sempre que precisar tossir ou espirrar e lavar ou desinfectar as mãos frequentemente. Qualquer objeto que seja utilizado no interior do quarto, como pratos, copos ou talheres deve ser transportado com luvas e lavado imediatamente, com água e sabão.

Além disso, se uma pessoa saudável precisar entrar no quarto deve lavar as mãos antes e depois de estar no quarto, assim como utilizar luvas e máscara descartáveis.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • OMS. Novel Coronavirus(2019-nCoV): Situation Report - 7. 2020. Disponível em: <https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200127-sitrep-7-2019--ncov.pdf>. Acesso em 28 Jan 2020
  • CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. About Human Coronaviruses. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/about/index.html>. Acesso em 27 Jan 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Novo coronavírus: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/novocoronavirus>. Acesso em 27 Jan 2020
  • ANVISA. NOTA TÉCNICA Nº 04/2020 GVIMS/GGTES/ANVISA - Orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (2019- nCoV). 2020. Acesso em 31 Jan 2020
  • WHO. Basic protective measures against the new coronavirus. Disponível em: <https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public>. Acesso em 16 Mar 2020
  • CDC. Interim Guidance for Businesses and Employers. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/community/guidance-business-response.html>. Acesso em 16 Mar 2020
  • CDC. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): How to Protect Yourself. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prepare/prevention.html>. Acesso em 16 Mar 2020
  • CDC. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): Protect Your Home. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prepare/protect-home.html>. Acesso em 16 Mar 2020
  • BOSTON PUBLIC HEALTH COMMISSION. Cleaning & Disinfecting to Prevent COVID-19. 2020. Disponível em: <https://www.bphc.org/whatwedo/infectious-diseases/Infectious-Diseases-A-to-Z/Documents/Cleaning%20and%20Disinfecting%20for%20COVID%2019.pdf>. Acesso em 18 Mar 2020
  • CDC. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): Clean & Disinfect. 2020. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prepare/cleaning-disinfection.html?CDC_AA_refVal=https%3A%2F%2Fwww.cdc.gov%2Fcoronavirus%2F2019-ncov%2Fcommunity%2Fhome%2Fcleaning-disinfection.html>. Acesso em 18 Mar 2020
  • KAMPF, G. et al. Persistence of coronaviruses on inanimate surfaces and their inactivation with biocidal agents. Journal of Hospital Infection.
  • DOREMALEN, Neeltje et al. Aerosol and Surface Stability of SARS-CoV-2 as Compared with SARS-CoV-1. The New England Journal of Medicine. 2020
Mais sobre este assunto: