Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como emagrecer no pós parto

A dieta para o pós-parto tem que ser rica em líquidos, cereais integrais, frutas, legumes, peixe, leite e derivados porque esses alimentos são ricos em nutrientes que vão ajudar a recém mamãe a recuperar a forma rapidamente, assim como também conseguem responder às exigências energéticas da amamentação.

A dieta para emagrecer no pós-parto tem que ser balanceada, pois uma dieta restritiva pode prejudicar a recuperação da mulher e a produção de leite materno. Por isso, o emagrecimento só deve ser uma preocupação por volta dos seis meses de vida do bebê. Até lá o peso deve reduzir naturalmente, especialmente com a ajuda da amamentação.

1. Alimentação saudável

Como emagrecer no pós parto

Após o parto é importante que a mulher mantenha uma alimentação saudável e equilibrada para não só promover a saúde do bebê, mas também parar manter a sua saúde e favorecer a perda de peso e, por isso, é importante incluir no dia a dia alimentos ricos em sais minerais, vitaminas e ferro. Assim, é recomendado que a mulher dê preferência a alimentos integrais, frutas, verduras e legumes, já que são ricos em nutrientes e ajudam a manter a saúde do intestino.

É importante também que a mulher diminua a quantidade de sal na alimentação do dia a dia e evitar alimentos gordurosos e ricas em açúcar, pois além de interferir no processo de perda de peso, também pode levar à produção de gases e cólicas no bebê.

Além disso, é importante que beba bastante líquidos durante o dia para manter o corpo hidratado, combater a retenção de líquidos e favorecer a produção de leite materno, além de também ser importante que a mulher mantenha e estimule a amamentação, já que também contribui para a perda de peso após o parto. Saiba como deve ser a alimentação da mulher durante a amamentação.

2. Exercícios

Como emagrecer no pós parto

A prática de atividade física após o parto é também importante para ajudar na perda de peso, sendo importante que a mulher só volte a praticar exercício após liberação do médico, o que normalmente acontece cerca de 6 semanas após o parto.

Assim, para favorecer o processo de emagrecimento, é importante que a mulher realize exercícios aeróbicos e de forma para fortalecer os músculos, principalmente os abdominais, e, assim, combater a flacidez. É recomendado que a mulher seja acompanhada por um profissional de educação física para que a intensidade dos exercícios seja progressiva e, assim, possam ser evitadas complicações após o parto. Alguns dos exercícios que podem ser indicados são:

  • Elevação do quadril: a mulher deve deitar no chão com a barriga para cima e dobrar os joelhos, apoiando os pés no chão e mantendo as mãos ao lado do quadril. Em seguida, deve levantar o quadril, contraindo os músculos da região pélvica e depois voltar à posição inicial, controlando o movimento;
  • Prancha: para fazer a prancha, a mulher deve inicialmente deitar no chão, com a barriga para baixo, e empurrar o chão, ficando apoiada com as mãos e ponta dos pés, mantendo o abdômen contraído;
  • Coice: com os cotovelos e os joelhos apoiados no chão, levantar uma das pernas do chão até a altura do quadril, mantendo-a dobrada, e depois retornar à posição inicial controlando o movimento.

Estes exercícios devem ser feitos cerca de 2 a 3 vezes por semana e quando aliados a caminhadas, corrida, pilates ou ioga, por exemplo, é possível perder mais calorias e emagrecer mais rapidamente.

Dieta para emagrecer no pós-parto

A tabela a seguir traz uma opção de cardápio de 3 dias para emagrecer de forma saudável após o parto:

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhã2 panquecas de banana e aveia com 1 colher de chá de mel e frutas cortadas ou com 2 fatias de queijo branco + 1 pêra1 xícara de aveia com canela + 1 colher de chá de sementes de chia + 1/2 xícara de frutas2 ovos mexidos com cebola e tomate cortados em cubos + 2 fatias de pão torrado + 1 suco de laranja natural
Lanche da manhã1 banana média cortada pela metade e esquentada no microndas por 3 segundos (depois colocar um pouco de canela)1 potinho de gelatina sem açúcar1 copo (200 ml) de suco de melancia sem açúcar + 1 pacotinho de bolacha de água e sal com queijo branco
Almoço/ ceia140 g de atum grelhado + 1 xícara de purê de batata + 1 xícara de feijão verde com cenoura cozida e 1 colher de chá de azeite de oliva + 1 tangerina1 filé de peru grelhado + 1/2 xícara de arroz integral + 1/2 xícara de lentilha + 1 xícara de salada de alface, rúcula, tomate e cebola, temperada com 1 colher de chá de azeite de oliva, vinagre e um pouco de mostarda + 1 maçã4 colheres de sopa de carne moída com molho de tomate com macarrão de abobrinha + 1 xícara de salada de alface com cenoura ralada e milho temperada com 1 colher de azeite de oliva e vinagre + 1 fatia de melão
Lanche da tarde150 mL de iogurte com 1/2 xícara de frutas cortadas em cubos1/2 xícara de cereal do tipo muesli + 240 mL de leite de amêndoas1 fatia de pão centeio acompanhado de 1 fatiad e queijo + 2 fatias de abacate.

As quantidades incluidas no cardápio variam de acordo com a idade, atividade física e se a mulher possui alguma doença e, por isso, o ideal é que o nutricionista seja consultado para que seja realizada uma avaliação completa e seja elaborado um plano nutricional adequado às suas necessidades. Durante o período de amamentação, a ingestão calórica aumenta e, por isso, é importante a orientação de um profissional.

Quando poderá realizar uma dieta mais restrita?

No caso das mulheres que estão em fase de amamentação é importante esperar pelo menos 6 meses para que seja iniciada uma dieta mais restrita, dessa forma o organismo estará mais equilibrado a nível hormonal e a produção de leite materno não será prejudicada.

Baixar de peso depois do parto não é fácil, sendo um pouco mais difícil para aquelas mães que não poderam amamentar por algum motivo. Nesses casos a mãe poderia realizar uma alimentação um pouco mais restritiva antes dos 6 meses.

Confira mais dicas no vídeo a seguir para emagrecer após o parto:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem