Vírus Marburg: o que é, sintomas, transmissão e tratamento

A doença de Marburg, também conhecida como febre hemorrágica de Marburg ou apenas vírus de Marburg, é uma doença bastante rara que causa febre muito alta, dores musculares e, em alguns casos, hemorragias em várias partes do corpo, como gengivas, olhos ou nariz.

Esta doença é mais comum em locais onde existem morcegos da espécie Rousettus e, por isso, é mais frequente em países da África e sul da Ásia. No entanto, a infecção pode passar facilmente de uma pessoa para a outra através do contato com secreções da pessoa doente, como sangue, saliva e outros fluídos corporais.

Por fazer parte da família dos filovírus, ter alta mortalidade e ter as mesma formas de transmissão, o vírus de Marburg é muitas vezes comparado com o vírus do Ebola.

Vírus Marburg: o que é, sintomas, transmissão e tratamento

Sintomas da doença de Marburg

Os sintomas da febre Marburg normalmente surgem de forma repentina e incluem:

  • Febre alta, acima de 38º C;
  • Dor de cabeça intensa;
  • Dores musculares e mal-estar geral;
  • Diarreia persistente;
  • Dor abdominal;
  • Cãibras frequentes;
  • Náuseas e vômitos;
  • Confusão, agressividade e irritabilidade fácil;
  • Cansaço extremo.

Muitas pessoas infectadas pelo vírus Marburg também podem apresentar hemorragias em várias partes do corpo, 5 a 7 dias após início dos sintomas. Os locais mais comuns para sangramento são os olhos, gengiva e nariz, mas também pode acontecer de apresentar manchas vermelhas ou raxas na pele, assim como sangue nas fezes ou no vômito.

Como confirmar o diagnóstico

Os sintomas provocados pela febre de Marburg são semelhantes a outras doenças virais. Por isso, a melhor forma de confirmar o diagnóstico é fazer exames de sangue para identificar anticorpos específicos, além de analisar algumas secreções em laboratório.

Como acontece a transmissão

Originalmente, o vírus Marburg passa para os humanos através da exposição a locais habitados por morcegos da espécie Rousettus. No entanto, após contaminação, o vírus pode passar de uma pessoa para a outra através do contato com fluidos corporais, como sangue ou saliva.

Assim, é muito importante que a pessoa infectada se mantenha isolada, evitando ir para locais públicos, onde pode contaminar outras. Além disso, deve-se utilizar máscara de proteção e lavar as mãos frequentemente, para evitar passar o vírus para superfícies.

A transmissão pode se manter até que o vírus tenha sido completamente eliminado do sangue, ou seja, é preciso ter cuidados até que o tratamento termine e o médico confirme que o resultado do exame já não mostra indícios da infecção.

Tratamento para a doença de Marburg

Não existe um tratamento específico para a doença de Marburg, sendo que deve ser adaptado a cada pessoa, de forma a aliviar os sintomas apresentados. No entanto, quase todos os casos necessitam de fazer reidratação, podendo ser necessário ficar internado no hospital para receber soro diretamente na veia, além de medicamentos para diminuir o desconforto.

Em alguns casos, pode até ser necessário fazer transfusões de sangue, para facilitar o processo de coagulação, evitando os sangramentos provocados pela doença.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Tua Saúde - em Outubro de 2021. Revisão médica por Dr. Arthur Frazão, Oftalmologista - em Fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • WHO. Marburg virus disease: fact sheet. 2017. Disponível em: <https://www.who.int/csr/disease/marburg/Marburg-fact-sheet-EN-20-Oct-2017.pdf?ua=1>. Acesso em 29 Mai 2019
  • CDC. Marburg Hemorrhagic Fever . Disponível em: <https://www.cdc.gov/vhf/marburg/pdf/factsheet.pdf>. Acesso em 29 Mai 2019
Mais sobre este assunto: