Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Eritromelalgia: o que é, sintomas, causas e tratamento

A eritromelalgia, também conhecida por doença de Mitchell é uma doença vascular muito rara, que se caracteriza pelo inchaço das extremidades, sendo mais comum de surgir nos pés e nas pernas, causando dor, vermelhidão, coceira, hipertermia e queimação.

O surgimento desta doença pode estar relacionado com fatores genéticos ou ser causada por outras doenças, como doenças auto-imunes ou mieloproliferativas, ou pela exposição a substâncias tóxicas.

A eritromelalgia não tem cura, mas os sintomas podem ser aliviados com a aplicação de compressas frias e elevação dos membros. Além disso, é muito importante tratar a causa que está na sua origem, de forma a reduzir a frequência das crises.

Eritromelalgia: o que é, sintomas, causas e tratamento

Tipos de eritromelalgia e possíveis causas

A eritromelalgia pode ser classificada em função das causas que estão na sua origem:

1. Eritromelalgia primária

A eritromelalgia primária tem uma causa genética, devido à ocorrência de uma mutação no gene SCN9, ou muitas vezes desconhecida, e é mais comum em crianças e adolescentes, sendo que os sintomas mais comuns são o surgimento de crises com vermelhidão, dor, coceira e queimação nas mãos, pés e pernas, que podem durar apenas alguns minutos a dias.

2. Eritromelalgia secundária

A eritromelalgia secundária está associada a outras doenças, mais concretamente doenças auto-imunes, como a diabetes e o lúpus, ou doenças mieloproliferativas, hipertensão ou certas doenças vasculares, e devido à exposição de substâncias tóxicas, como o mercúrio ou o arsênio, por exemplo, ou ao uso de determinados medicamentos que bloqueiam os canais de cálcio, como verapamil ou nifedipina.

A eritromelalgia secundária é mais comum em adultos e os sintomas geralmente são desencadeados pelas crises das doenças que a provocam. 

Além disso, a exposição ao calor, a prática de exercícios físicos, a ação da gravidade e o uso de meias e luvas são fatores que podem desencadear os sintomas ou intensificar o desconforto.

Quais os sintomas

Os sintomas que podem ser causados pela eritromelalgia ocorrem principalmente nos pés e nas pernas e com menos frequência nas mãos, sendo os mais comuns dor, inchaço, vermelhidão, coceira, hipertermia e queimação.

Como é feito o tratamento

Como a eritromelalgia não tem cura, o tratamento consiste no alívio dos sintomas e pode ser feito através do alívio dos sintomas, como elevação dos membros e aplicação de compressas frias nas mãos, pés e pernas, para reduzir o calor.

Além disso, é muito importante focar o tratamento na doença que está na origem da eritromelalgia, já que se esta for controlada, as crises vão ser menos frequentes.

Bibliografia >

  • ALBUQUERQUE, Lígia Guedes Morais. Eritromelalgia primária - Relato de caso. An Bras Dermatol.. Vol. 86. 1.ed; 131-4, 2011
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem