Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Exame de ureia: o que significa quando está alto e valores de referência

O exame de ureia é um dos exames de sangue solicitados pelo médico que tem como objetivo verificar a quantidade de ureia no sangue para saber se os rins e fígado e estão funcionando corretamente.

A ureia é uma substância produzida pelo fígado, como resultado do metabolismo das proteínas provenientes da alimentação. Após metabolização, a ureia circulante no sangue é filtrada pelos rins e eliminada na urina. No entanto, quando há problemas no fígado ou nos rins, ou quando se tem uma dieta muito rica em proteínas, a quantidade de ureia circulante no sangue aumenta, caracterizando a uremia, que é tóxica para o organismo. Saiba identificar os sintomas de uremia.

Na maioria das vezes, o exame de ureia é solicitado juntamente com outros exames, principalmente a creatinina, pois assim é possível avaliar melhor o funcionamento dos rins para a filtração do sangue.

Exame de ureia: o que significa quando está alto e valores de referência

Valores de referência do exame de ureia

Os valores do exame de ureia podem variar de acordo com o laboratório e técnica utilizada para a dosagem, no entanto os valores de referência normalmente considerados são:

  • Para crianças até 1 ano: entre 9 e 40 mg/ dL;
  • Para crianças acima de 1 ano: entre 11 e 38 mg/ dL;
  • Para adultos: entre 13 e 43 mg/ dL.

Para realizar o exame de ureia não é necessário estar de jejum ou realizar qualquer outro preparo, e o exame é feito a partir da coleta de uma pequena quantidade de sangue, que é enviado para o laboratório para análise.

O que significa o resultado do exame

O resultado do exame de ureia deve ser avaliado pelo médico que solicitou o exame juntamente com outros exames que tenham sido solicitados, sendo o resultado considerado normal quando dentro dos valores de referência.

1. Ureia alta

O aumento da concentração de ureia no sangue pode indicar que há grande quantidade de ureia sendo metabolizada pelo fígado ou que os rins não estão funcionando corretamente, havendo alteração no processo de filtração do sangue. Algumas situações que podem levar ao aumento da ureia no sangue são:

  • Insuficiência renal;
  • Diminuição do fluxo de sangue para os rins, podendo ser devido à Insuficiência Cardíaca Congestiva e Infarto, por exemplo;
  • Queimaduras graves;
  • Desidratação;
  • Dieta rica em proteínas.

Por esta razão é importante identificar a doença e iniciar o tratamento adequado, podendo ser indicado uso de remédios para controlar a pressão e a quantidade de urina ou diálise, que normalmente é indicada nos casos mais graves quando outros parâmetros também estão alterados.

Quando a ureia aumentada é consequência da desidratação, por exemplo, é recomendada o aumento da ingestão de bastante líquidos durante o dia, pois assim é possível normalizar os níveis de ureia no sangue. No caso do aumento da ureia devido à alimentação, é recomendado ajustar a dieta, de preferência com ajuda de um, nutricionista, pois assim é possível saber os alimentos mais indicados sem correr risco de ter deficiências nutricionais.

2. Ureia baixa

A diminuição da quantidade de ureia no sangue normalmente não é preocupante, podendo acontecer devido à falta de proteína na alimentação, desnutrição, gravidez, baixa absorção do intestino ou por incapacidade do fígado de metabolizar a proteína, como na insuficiência hepática.

Quando o exame é indicado

O exame de ureia é solicitado pelo médico com o objetivo de avaliar a função dos rins e monitorar a resposta ao tratamento e evolução das doenças renais. O exame também pode ser solicitado quando a pessoa apresenta sintomas de uremia ou de problemas nos rins, como cansaço excessivo, problemas urinários, aumento da pressão arterial, urina com espuma ou com sangue ou inchaço das pernas, por exemplo.

Assim, além de solicitar a dosagem de ureia, pode ser recomendado também a dosagem de creatinina, sódio, potássio e cálcio. Além disso, pode ser indicada a realização de exame de urina de 24 horas, cuja coleta deve ser iniciada após a coleta do sangue para o exame, para verificar a quantidade de ureia liberada na urina. Entenda como funciona o exame de urina de 24 horas.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem