RT-PCR para COVID-19: quando fazer e resultados

O exame de PCR, também conhecido como RT-PCR, é um teste de laboratório extremamente sensível que é feito para identificar a presença de um tipo específico de material genético na amostra coletada. Este exame é muitas vezes usado para identificar infecções por vírus, como Zika, Ebola, H1N1 ou, mais recentemente, COVID-19.

No caso da COVID-19, este exame é feito para identificar a presença de material genético do SARS-CoV-2, que é o vírus responsável pela doença. Assim, quando o resultado do exame RT-PCR é positivo, significa que a pessoa está infectada, sendo diagnosticada com COVID-19.

O exame de PCR é utilizado como o padrão para diagnóstico da COVID-19 e deve ser realizado quando a pessoa apresenta sintomas suspeitos de infecção ou esteve em contato próximo com alguém infectado.

RT-PCR para COVID-19: quando fazer e resultados

Quando fazer o exame de PCR para COVID-19

O exame de PCR é indicado sempre que existe necessidade de confirmar ou despistar o diagnóstico de COVID-19. Assim, está indicado nas seguintes situações:

  • Presença de sintomas suspeitos de COVID-19, especialmente a partir do 3º dia, como tosse seca, febre, cansaço, garganta inflamada e perda de paladar, por exemplo;
  • Teste rápido de antígeno para COVID-19 com resultado positivo, mesmo em pessoas sem sintomas;
  • Contato próximo recente com pessoas infectadas por COVID-19, mesmo sem sintomas.

O exame de RT-PCR para COVID-19 pode ainda ser requerido antes de cirurgias ou internamento no hospital, para despistar uma possível infecção assintomática e garantir a segurança das pessoas internadas, além de poder ser solicitado antes de realizar uma viagem de avião, sendo normalmente indicado 48 a 72h antes do embarque.

Como é feito o exame

O exame de PCR para detecção da infecção por COVID-19 é feito através da coleta de secreções nasofaríngeas (fundo do nariz) e/ou orofaríngeas (fundo da garganta), através do uso de um swab, que é semelhante a um cotonete comprido.

A amostra colectada é depois embalada e enviada para análise no laboratório, onde é colocada em um aparelho especial que detecta a presença do material genético do vírus da COVID-19.

Como entender o resultado

O resultado do exame de PCR pode demorar até 3 dias para ficar pronto, mas na maior parte dos casos é liberado em menos de 24 horas. O resultado pode ser:

  • Positivo/ detectável: significa que foi identificado material genético do SARS-CoV-2 na amostra e, por isso, a pessoa apresenta uma infecção ativa, sendo diagnosticada com COVID-19;
  • Negativo/ não detectável: indica que não foi identificado material genético do SARS-CoV-2 e, por isso, a pessoa não tem uma infecção ativa por COVID-19.

Nos casos em que o exame RT-PCR deu um resultado negativo, mas a pessoa teve contato próximo com alguém infectado, é recomendado que se mantenha o isolamento até 14 dias, mesmo que não tenha sintomas, já que ainda poderá desenvolver a infecção. Entretanto, se a pessoa começar a apresentar sintomas sugestivos de COVID-19, deverá repetir o exame para confirmar o diagnóstico.

Um resultado negativo também não significa que se pode parar com o uso de medidas de prevenção, como lavagem frequente das mãos, distanciamento e uso de máscaras. Isso porque existem casos em que o resultado é negativo, mas a pessoa está numa fase muito inicial da infecção onde é difícil identificar o material genético do vírus. Confira todas as medidas de prevenção contra a COVID-19.

Já nos casos de resultado positivo, deve-se fazer isolamento para evitar passar o vírus para outras pessoas, vigiar os sintomas para avaliar se estão agravando e iniciar o tratamento se necessário. Veja como é feito o tratamento da COVID-19. Também é importante notificar pessoas que tenham estado em contato próximo nos últimos 14 dias, para que possam realizar um teste rápido e ficar atentas à possibilidade de estarem infectadas.

Quando não fazer o exame PCR

O exame de RT-PCR para COVID-19 não deve ser realizado nos casos em que se pretende saber se já se esteve infectado com COVID-19 ou se se possui anticorpos para a doença, após a vacinação, por exemplo. Isso porque, o exame de PCR apenas identifica uma infecção que esteja ativa no momento da coleta. Nesses casos, é aconselhado fazer um teste rápido de anticorpos, que analisa uma pequena amostra de sangue. Entenda como funciona esse teste.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • OMS. An update on Testing strategies for COVID-19. 2021. Disponível em: <https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/risk-comms-updates/updates46-testing-strategies.pdf?sfvrsn=c9401268_6>. Acesso em 16 Jul 2021
  • FDA. CDC 2019-Novel Coronavirus (2019-nCoV) Real-Time RT-PCR Diagnostic Panel . 2020. Disponível em: <https://www.fda.gov/media/134922/download>. Acesso em 16 Jul 2021
  • INTERNATIONAL ATOMIC ENERGY AGENCY. How is the COVID-19 virus detected using real time RT–PCR?. 2020. Disponível em: <https://www.iaea.org/sites/default/files/6120811.pdf>. Acesso em 16 Jul 2021
  • SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DE MINAS GERAIS. Quando deve ser feito o PCR-RT para coronavírus?. Disponível em: <https://coronavirus.saude.mg.gov.br/blog/70-pcr-rt-para-coronavirus>. Acesso em 16 Jul 2021
Mais sobre este assunto: