Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hipercalemia: como identificar os sintomas de potássio alto no sangue e como tratar

A hipercalemia, também chamada de hiperpotassemia, corresponde ao aumento da quantidade de potássio circulante no sangue, sendo verificada concentração acima do valor de referência, que é entre 3,5 e 5,5 mEq/ L. O aumento da quantidade de potássio no sangue pode resultar em algumas complicações como fraqueza muscular, alteração dos batimentos cardíacos e dificuldade para respirar.

O potássio alto no sangue pode ter diversas causas, no entanto acontece principalmente como consequência de problemas renal, isso porque os rins regulam a entrada e saída de potássio nas células. Além de problemas renais, a hipercalemia pode acontecer como consequência da hiperglicemia, insuficiência cardíaca congestiva ou acidose metabólica.

A dosagem de potássio no sangue normalmente é solicitada juntamente com a dosagem do sódio e exames que avaliam o funcionamento dos rins, como o exame de ureia e de creatinina. Além disso, para investigar a causa da hiperpotassemia e verificar se há algum risco de complicação para o paciente, o médico pode solicitar a realização de um eletrocardiograma com o objetivo de verificar alteração no funcionamento do coração.

Hipercalemia: como identificar os sintomas de potássio alto no sangue e como tratar

Sintomas de Hipercalemia

O aumento na quantidade de potássio no sangue pode levar ao surgimento de alguns sinais e sintomas inespecíficos, sendo, por isso, importante a avaliação em conjunto com o resultado de outros exames solicitados, além do resultado do eletrocardiograma. De forma geral, a pessoa pode apresentar dor no peito, alteração dos batimentos cardíacos, sensação de dormência ou formigamento, além de fraqueza e/ou paralisia dos músculos.

Além disso, pode haver enjôo, vômitos, dificuldade para respirar e confusão mental. Ao apresentar estes sintomas, a pessoa deve buscar ajuda médica o mais rápido possível para realizar exames de sangue e urina e, caso haje necessidade, iniciar o tratamento adequado.

O valor normal de potássio no sangue é entre 3,5 e 5,5 mEq/ L, sendo valores acima de 5,5 mEq/ L indicativos de hipercalemia. Veja mais sobre o potássio.

Causas de potássio alto

A hiperpotassemia pode acontecer como consequência de diversas situações, como por exemplo:

  • Deficiência de insulina;
  • Hiperglicemia;
  • Acidose metabólica;
  • Infecções crônicas;
  • Insuficiência renal aguda;
  • Insuficiência renal crônica;
  • Insuficiência cardíaca congestiva;
  • Síndrome nefrótica;
  • Cirrose.

Além disso, o aumento da quantidade de potássio no sangue pode acontecer devido ao uso de alguns medicamentos, após transfusões sanguíneas ou após radioterapia.

Como é o tratamento

O tratamento para a hiperpotassemia é feito de acordo com a causa da alteração, podendo ser indicado o uso de medicamentos em ambiente hospitalar. Casos graves não tratados imediatamente podem gerar parada cardíaca e lesões cerebrais ou em outros órgãos.

Quando o potássio alto no sangue acontece como consequência de insuficiência renal ou uso de medicamentos como o Gluconato de cálcio e diuréticos, por exemplo, pode ser indicada a realização de hemodiálise.

Para prevenir a hipercalemia, além da toma de medicamentos é importante para que o paciente tenha o hábito de consumir pouco sal na sua alimentação, evitando também seus substitutos como os cubos de tempero, que também são ricos em potássio. Quando a pessoa apresenta um pequeno aumento do potássio no sangue um bom tratamento caseiro é beber bastante água e diminuir o consumo de alimentos ricos em potássio, como nozes, banana e leite. Veja uma lista completa dos alimentos fonte de potássio que deve evitar.


Bibliografia

  • DUTRA, Valéria F. et al. Desequilíbrios hidroeletrolíticos na sala de emergência. Rev Bras Clin Med. São Paulo . Vol 10. 5 ed; 410-419, 2012
  • ROCHA, Paulo N. Hipercalemia. J Bras Nefrol 2009;31(1):5. Vol 31. 1 ed; 2009
  • BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE. Quando os pacientes com hipercalemia devem ser encaminhados para emergência?. Link: <aps.bvs.br>. Acesso em 11 Set 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem