Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ictiose: o que é, principais sintomas e tratamento

Ictiose é o nome dado a um conjunto de condições que causam alterações na camada mais superficial da pele, a epiderme, deixando-a com pequenos pedaços muito ressecados e com descamação, que faz com que a pele fique com o aspeto de escama de peixe.

Existem pelo menos cerca de 20 tipos diferentes de ictiose que podem ser hereditários, ou seja, passados de pais para filhos, mas também existem tipos que podem surgir apenas durante a idade adulta.

As manchas da ictiose aparecem especialmente na região do tronco, pernas ou pés e, por isso, se existir suspeita, é muito importante consultar um dermatologista, que poderá confirmar o diagnóstico e indicar a melhor forma de tratamento. Embora a ictiose não tenha cura, ter alguns cuidados orientados pelo médico pode ajudar bastante a aliviar o desconforto causado pelas alterações na pele.

Ictiose: o que é, principais sintomas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas da ictiose podem variar de acordo com o tipo específico de cada pessoa, no entanto, o tipo mais comum é a "ictiose vulgar" que leva ao aparecimento de sintomas como:

  • Pele ressecada e com intensa descamação;
  • Pele com aspeto semelhante a escamas;
  • Presença de muitas linhas na pele da palma das mãos e dos pés;

Estes sintomas geralmente aparecem logo após o nascimento ou durante o primeiro ano de vida e é comum que a pele se vá tornando cada vez mais seca com o avançar da idade.

As alterações da pele podem ainda ser agravadas quando está muito frio ou o tempo está muito quente, sendo menos frequentes em locais húmidos e com calor.

Como confirmar o diagnóstico

Na maior parte das vezes, o diagnóstico da ictiose é suspeitado pelo pediatra durante o primeiro ano de vida da criança, porém, quando a ictiose surge durante a vida adulta, o diagnóstico precisa ser feito por um dermatologista, já que é importante despistar outros problemas de pele que possam causar sintomas semelhantes, como hanseníase ou xerose cutânea.

Tipos de ictiose

Existem dois grandes grupos de ictiose: a ictiose hereditária, que aparece logo nos primeiros anos de vida da criança e que passa dos pais para os filhos, e a ictiose adquirida, ou seja aquela que aparece ao longo da vida, especialmente na idade adulta.

1. Ictiose hereditária

Os tipos mais frequentes de ictiose hereditária incluem:

  • Ictiose vulgar: é o tipo mais comum  e aparece durante o primeiro ano de vida do bebê;
  • Ictiose bolhosa: neste tipo, além da pele muito seca, também podem surgir bolhas preenchidas por líquidos que podem ficar infectadas e liberar um odor fétido;
  • Ictiose arlequim: é o tipo mais grave de ictiose que causa um intenso ressecamento que pode esticar a pele e virar os lábios e pálpebras do avesso. Normalmente, os bebês com este tipo de ictiose devem ser internado na UTI logo após o nascimento;
  • Ictiose ligada ao cromossomo X: apenas surge nos meninos logo após o nascimento, provocando o aparecimento de pele com escamas nas mãos, pés, pescoço, tronco ou bumbum;

Muitas vezes, as ictioses hereditárias também aparecem associadas a outras síndrome, como a síndrome de Sjögren-Larsson, por exemplo.

2. Ictiose adquirida

A ictiose adquirida é aquela que surge mais frequentemente na idade adulta e que, normalmente, está associada a outros problemas de saúde como hipotireoidismo, doenças renias, sarcoidose, linfoma de Hodgkin ou infecção por HIV.

Ictiose: o que é, principais sintomas e tratamento

Como é feito o tratamento

Não existe um tratamento capaz de curar a ictiose, no entanto, faz esfoliação e hidratação diária da pele é um dos cuidados mais importantes para tentar combater o desconforto causado pela condição.

Além disso, é importante falar com o dermatologista para saber quais os cuidados que podem ajudar a melhorar o aspeto da pele. No entanto, os cuidados gerais mais recomendados incluem:

  • Aplicar um creme emoliente na pele, como Bioderma Atoderm ou Noreva Xerodiane Plus, nos 3 primeiros minutos após o banho;
  • Evitar tomar banho com água muito quente, pois isso resseca a pele;
  • Utilizar sabonetes com pH neutro para evitar o ressecamento excessivo da pele;
  • Pentear o cabelo úmido para retirar as escamas do couro cabeludo;
  • Aplicar cremes esfoliantes com Lanolina ou Ácido lático para remover as camadas secas de pele.

Além disso, nos casos mais graves, o dermatologista pode ainda recomendar o uso de cremes antibióticos, corticoides ou remédios com vitamina A para reduzir o risco de infecções na pele e evitar o surgimento de escamas.

Possíveis complicações

As principais complicações da ictiose surgem devido ao ressecamento excessivo da pele e incluem:

  • Infecções: a pele não consegue desempenhar o papel protetor contra bactérias, fungos ou outros microrganismo de forma adequada e, por isso, ha maior risco de infecção;
  • Dificuldade para respirar: a rigidez da pele pode dificultar os movimentos respiratórios, levando a dificuldade respiratória e, inclusive, a uma parada respiratória no recém nascido;
  • Aumento excessivo da temperatura corporal:devido ao aumento da espessura da pele o organismo tem mais dificuldade em deixar sair o calor, podendo aquecer demasiado.

Estas complicações podem provocar alguns sintomas como febre acima de 38º C, cansaço excessivo, falta de ar, confusão ou vômitos, por exemplo. Nestes casos deve-se ir ao pronto-socorro para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Para evitar as complicações da ictiose é importante manter o tratamento adequado e mantendo a pele bem hidratada, aplicando cremes emolientes, como Bioderma Atoderm ou Noreva Xerodiane Plus, todos os dias após o banho.

Bibliografia >

  • PORTARIA SAS/MS Nº 1162. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas: Ictioses hereditárias. 2015. Disponível em: <http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2015/novembro/26/Ictioses-Heredit--rias---PCDT-Formatado---port1162-2015.pdf>. Acesso em 17 Jan 2020
  • NHS. Ichthyosis. Disponível em: <https://www.nhs.uk/conditions/ichthyosis/>. Acesso em 17 Jan 2020
  • BRITISH ASSOCIATION OF DERMATOLOGISTS. Ichthyosis. Disponível em: <http://www.bad.org.uk/shared/get-file.ashx?id=167&itemtype=document>. Acesso em 17 Jan 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.


Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem