Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como calcular o peso ideal para a altura

O peso ideal é o peso que a pessoa deve ter para a sua altura, sendo isso importante para evitar complicações como obesidade, hipertensão e diabetes ou até mesmo a desnutrição, quando a pessoa está muito abaixo do peso. Para calcular o peso ideal deve-se calcular o Índice de Massa Corporal (IMC), que leva em consideração a idade, peso e altura.

É importante mencionar que o IMC não leva em consideração a quantidade de gordura, de músculo ou de água que a pessoa apresenta, sendo apenas uma referência de peso para a altura da pessoa. Por isso, se uma pessoa possui muita massa muscular ou apresenta retenção de líquidos, o peso ideal indica que o IMC poderá não ser o mais adequado, sendo necessário, nesses casos, realizar uma avaliação nutricional.

Calculadora de peso ideal

Para calcular o peso ideal em adultos, utilize a nossa calculadora colocando os seus dados a seguir:

Erro
help
anos
Erro
help
m
Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

O peso ideal é uma estimativa do quanto uma pessoa deve pesar para a sua altura, no entanto existem outros fatores importantes que devem ser levados em consideração, como gordura, músculo e água, para determinar qual é de fato o peso ideal.

Se existir alguma dúvida em relação ao peso, o ideal é ir ao nutricionista para que seja feita uma avaliação nutricional completa, pois nessa avaliação é possível que seja levado em conta os antecedentes e que seja feita a medição do percentual de gordura, músculos, atividade física, entre outros.

Porém, se pretende calcular o peso ideal de uma criança ou adolescente, use a nossa calculadora de IMC infantil.

Tabela de peso para crianças

A seguir indicamos a tabela de peso até os 5 anos de idade, das meninas:

IdadePesoIdade PesoIdadePeso
1 mês3,2 - 4,8 kg6 meses6,4 - 8,4 kg1 ano e meio9 - 11,6 kg
2 meses4 ,6 - 5,8 kg8 meses7 - 9 kg2 anos10 - 13 kg
3 meses5,2 - 6,6 kg9 meses7,2 - 9,4 kg3 anos11 - 16 kg
4 meses5,6 - 7,1 kg10 meses7,4 - 9,6 kg4 anos14 - 18,6 kg
5 meses6,1 - 7,8 kg11 meses7,8 - 10,2 kg5 anos15,6 - 21,4 kg

A seguir indicamos a tabela de peso até os 5 anos de idade, dos meninos:

IdadePesoIdadePesoIdadePeso
1 mês3,8 - 5 kg7 meses7,4 - 9,2 kg1 ano e meio9,8 - 12,2 kg
2 meses4,8 - 6,4 kg8 meses7,6 - 9,6 kg2 anos10,8 - 13,6 kg
3 meses5,6 - 7,2 kg9 meses8 - 10 kg3 anos12,8 - 16,2 kg
4 meses6,2 - 7,8 kg10 meses8,2 - 10,2 kg4 anos14,4 - 18,8 kg
5 meses6,6 - 8,4 kg11 meses8,4 - 10,6 kg5 anos16 - 21,2 kg
6 meses7 - 8,8 kg1 ano8,6 - 10,8 kg-----------

No caso das crianças, o peso é uma medida mais sensível do estado nutricional do que a altura, porque reflete a ingestão nutricional recente, por isso as tabelas acima indicam o peso para a idade. A relação entre peso e altura começa a ser levado em consideração a partir dos 2 anos de idade.

Confira no vídeo a seguir algumas dicas para se pesar corretamente:

Como chegar ao peso ideal

Quando a pessoa está fora do seu valor de peso ideal, deve consultar um nutricionista para iniciar uma dieta adaptada às suas necessidades, para aumentar ou diminuir de peso. Além disso, também deve consultar um professor de educação física para iniciar um plano de exercícios adequado.

Alcançar o peso ideal depende se a pessoa está acima ou abaixo do mesmo, por isso:

1. Se está acima do peso

Para quem está acima do peso ideal e quer alcançá-lo, é importante aumentar o consumo de alimentos saudáveis, ricos em fibras e baixos em calorias, como por exemplo berinjela, gengibre, salmão e as sementes de linhaça. Esses alimentos ajudam a acelerar o metabolismo e diminuem a ansiedade, favorecendo a perda de peso. Confira outros exemplos de alimentos que ajudam a emagrecer

Para alcançar o objetivo mais rápido é recomendado que seja realizado exercício para aumentar o gasto calórico e o metabolismo. O nutricionista pode indicar alguns chás e suplementos naturais, caso seja necessário, para favorecer a perda de peso e diminuir a ansiedade.

No caso de obesidade mórbida, o médico poderá indicar o uso de alguns medicamentos que ajudem, em conjunto com uma dieta adequada e prática de atividade física, a baixar de peso. Outra opção é a cirurgia bariátrica, que é indicada para pessoas obesas e que já tentaram perder peso por meio da realização de dieta, mas que não conseguiram.

Além do peso ideal, também é importante saber o resultado da relação cintura-quadril para avaliar o risco de ter doenças cardiovasculares, como diabetes e infarto. Veja como calcular a relação cintura-quadril.

2. Se está abaixo do peso

Se o resultado do IMC estiver abaixo do peso ideal, é importante procurar a orientação de um nutricionista para que seja feita uma avaliação nutricional completa e seja indicado um plano nutricional adaptado às necessidades individuais da pessoa.

Em princípio, o ganho de peso deve acontecer de forma saudável, favorecendo o aumento de peso por meio da hipertrofia muscular e não por meio do acúmulo de gordura no organismo. Por isso, o consumo de alimentos como pizzas, frituras, cachorro-quente e hambúrguer não são as melhores opções para quem necessita ganhar peso de forma saudável, já que esse tipo de gordura pode ficar acumulado no interior das artérias, aumentando o risco de doenças cardíacas.

Para conseguir aumentar a massa muscular, é importante ingerir alimentos ricos em proteínas como ovos, queijo, leite e derivados, frango ou salmão, além de comer a cada 3 horas para aumentar a ingestão calórica. Veja mais detalhes para aumentar o peso de forma saudável.

Em alguns casos, a falta de apetite pode estar relacionada com alguma doença física ou emocional e o médico poderá indicar a realização de exames médicos para identificar qual pode ser a causa da perda de peso.

Confira no vídeo a seguir algumas dicar para aumentar o peso de forma saudável:

Bibliografia >

  • ORGANIZACIÓN MUNDIAL DE LA SALUD (OMS). Patrones de crecimiento infantil. Disponível em: <https://www.who.int/childgrowth/standards/es/>. Acesso em 17 Mai 2019
  • MAHAN, L. Kathleen et al. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 13.ed. São Paulo: Elsevier Editora, 2013. 166.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem