Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Predsim: para que serve e como usar

O medicamento Predsim é um corticoide indicado para o tratamento de doenças endócrinas, osteoarticulares e osteomusculares, reumáticas, do colágeno, dermatológicas, alérgicas, oftálmicas, respiratórias, hematológicas, neoplásicas e outras que respondam à terapia com corticosteroides.

Este medicamento tem como princípio ativo o fosfato sódico de prednisolona e pode ser encontrado em gotas e em comprimidos e comprado em farmácias por um preço de cerca de 6 a 20 reais, mediante a apresentação de receita médica.

Predsim: para que serve e como usar

Para que serve

O predsim está indicado para o tratamento de inflamações causadas por doenças endócrinas, osteoarticulares e osteomusculares, reumáticas, do colágeno, dermatológicas, alérgicas, oftálmicas, respiratórias, do sangue, neoplásicas, e outras, que respondam à terapia com corticoides.

Como usar

Geralmente para adultos a dose pode variar entre os 5 e 60 mg dia e para crianças entre 0,14 e 2 mg/kg de peso por dia, ou de 4 a 60 mg por metro quadrado de superfície corporal por dia.

A posologia pode ser alterada pelo médico, no entanto, a dose máxima não deve exceder 80 mg por dia.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o Predsim são aumento do apetite e indigestão, úlcera gástrica ou duodenal, com possível perfuração e sangramento, pancreatite, esofagite ulcerativa, nervosismo, cansaço e insônia, reação alérgica localizada, catarata, aumento da pressão intraocular, glaucoma, olhos saltados, aumento da ocorrência de infecção ocular por fungos e vírus.

Além disso, também se pode manifestar pré-diabetes ou diabetes em pessoas com tendência à diabetes ou piora do controle da glicemia, podendo ser necessário aumentar a dose de insulina ou medicamentos antidiabéticos orais.

Quem não deve usar

O Predsim é contra-indicado em pacientes com infecções sistêmicas por fungos, hipersensibilidade à prednisolona ou a outros corticoides ou a qualquer componente de sua fórmula.

Além disso, também não deve ser administrada em pessoas que estão a fazer tratamento com fenobarbital, fenitoína, rifampicina ou efedrina, pois reduz seus efeitos terapêuticos.

No caso de crianças, mulheres grávidas ou lactantes, este medicamento só deve ser usado com indicação do médico.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem