Como tirar berne: 4 opções caseiras

Existem algumas opções caseiras, usadas popularmente, que podem ser feitas para tirar berne, como cobrir o pequeno furo que aparece na pele com um esparadrapo ou bacon, ou passar esmalte de unha, de forma a impedir que o verme respire, fazendo com que se mova para a superfície da pele, facilitando sua remoção. 

No entanto, o recomendado é sempre consultar o clínico geral para uma avaliação da pele e da profundidade da ferida, e iniciar o tratamento mais adequado que pode ser feito com o uso de vermífugos, como a ivermectina na forma de comprimidos, ou fazer a cirurgia para retirar o berne. 

Além disso, mesmo que as técnicas populares para tirar berne sejam feitas em casa, é importante consultar um clínico geral ou dermatologista para avaliar se a larva foi retirada completamente ou se há sinais de infecção na pele.

Como tirar berne: 4 opções caseiras

Principais opções para tirar berne

Algumas formas caseiras para tirar a berne consistem em tapar o orifício da pele onde está a larva, causando seu sufocamento.

As principais opções caseiras para tirar berne são: 

  1. Vaselina;
  2. Toucinho ou bacon;
  3. Esparadrapo;
  4. Esmalte de unha.

Para estas técnicas terem efeito, a região da pele com berne deve ficar coberta por 24 horas ou mais. 

Antes de retirar o verme, é necessário limpar a pele e a pinça com solução iodada ou clorexidina. Não se deve espremer a ferida para empurrar a larva, pois isto pode piorar a inflamação.

O ideal é ir ao posto de saúde para que a retirada seja feita por um enfermeiro ou clínico geral, sendo esta a forma mais segura, pois garante que a larva seja removida de forma limpa e sem partir ou sobrar restos no interior da pele, o que pode provocar uma infecção. Saiba mais sobre os sintomas da infecção pelo berne.

Como evitar pegar berne

Para evitar a infecção pelo berne, é importante manter a pele limpa, seca e sem ferimentos expostos, principalmente em idosos acamados ou pessoas que vivem em locais com muita infestação por moscas. Além disso, deve-se passar repelente nas áreas expostas da pele ou cobrir com roupas. É importante também usar telas nas janelas ou mosquiteiros nas camas.

Manter um ambiente limpo, deixando o lixo bem fechado ou fora de casa, e usar aromatizadores de ambiente, também ajuda a evitar que as moscas fiquem por perto e pousem na pele com o verme.

Receitas caseiras de repelentes naturais

Uma forma natural de espantar as moscas e assim diminuir o risco de alguma larva penetrar na pele, é pingar 30 gotas de óleo essencial de alfazema, eucalipto ou cedro num difusor de aromaterapia ou em bolas de algodão, e espalhar mais o cheiro pela casa, pingando algumas gotas em pequenas tigelas de água quente.

Outra opção é colocar tigelas com cascas frescas de laranja e limão, junto com alguns cravos da índia secos, para ajudar a afastar estes insetos. Confira outras opções de repelentes naturais

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • BARER, Michael R. et al. Medical Microbiology - A guide to Microbial Infections: Pathogenesis, immunity, laboratory investigation and control. 19 ed. Elsevier, 2018. 635.
  • SMITH, S. M. Treating infestations of the human botfly, Dermatobia hominis. The Lancet Infectious Diseases. 15. 5; 512, 2015
Mais sobre este assunto: