Remédios para tratar a infecção pelo HPV

Os remédios para HPV podem ser indicados em forma de creme ou pomada e atuam diminuindo a taxa de replicação dos vírus nas lesões e favorecendo a sua eliminação. Assim, esses remédios são indicados pelo médico com objetivo de eliminar as verrugas causadas pelo HPV, evitando a progressão da doença e o surgimento de complicações.

O remédio indicado pode variar de acordo com os sintomas e gravidade da infecção e, na maioria dos casos, é demorado. Apesar disso, caso o tratamento não seja feito de acordo com a recomendação do médico, pode haver agravamento das lesões, aumento das chances de contágio e, em alguns casos, câncer.

Remédios para tratar a infecção pelo HPV

Pomadas e cremes para HPV

O uso de remédios é indicado pelo médico quando é verificada a presença de verrugas na região genital causada pelo HPV, tanto em homens quanto em mulheres, podendo ser em forma de pomadas ou cremes.

Apesar de serem semelhantes, as pomadas e os cremes possuem composições diferentes: na composição da pomada predomina mais os materiais gordurosos, sendo a proporção de 80% óleo e 20% água, enquanto que os cremes possuem maior concentração de água, em que a proporção é de 50% água e 50% óleo, apresentando menos efeito residual.

Assim, é importante que o dermatologista seja consultado para seja indicada a melhor pomada ou creme para usar nas lesões causadas pelo HPV. Algumas das pomadas e cremes que podem ser indicados são:

  • Podofilox 0,5% por 3 dias seguidos, ficando 4 dias sem tratamento e repetindo o processo até 4 vezes;
  • Ácido tricloroacético ou dicloroacético de 80 a 90%, 1 vez por semana;
  • Imiquimode a 5%, 3 vezes por semana, por até 16 semanas;
  • Resina de podofilina de 10 a 25%, 1 vez por semana, por até 4 semanas;
  • Retinoides: compostos de vitamina A que ajudam na regeneração da pele que podem ser usados 2 vezes ao dia, por 4 a 8 semanas.

O médico geralmente deixa as informações relacionadas ao modo e tempo de uso do medicamento por escrito para que a pessoa possa seguir o tratamento corretamente e, assim, seja eficaz. Saiba como alcançar a cura do HPV.

Tratamento do HPV na gravidez

O tratamento para HPV na gravidez deve ser iniciado assim que surgem os primeiros sintomas, pois assim é possível favorecer a cicatrização das feridas e diminuir o risco de transmissão do vírus para o bebê durante o parto. Assim, é importante que a mulher siga as orientações do obstetra, que pode indicar o uso de ácido tricloroacético, eletrocauterização ou cirurgia. Saiba mais sobre o HPV na gravidez.

Remédio natural contra HPV

Um ótimo remédio natural contra o HPV é a pomada preparada com barbatimão porque é rica em taninos que desidratam as células infectadas, causando sua descamação e morte, promovendo a eliminação do vírus e o reaparecimento das verrugas.

No entanto, esta pomada foi testada em apenas 46 pessoas, e por isso ainda são necessários mais estudos que possam confirmar que o barbatimão realmente seja eficaz na eliminação do vírus. Depois desse passo também é preciso obter a aprovação da ANVISA, que é o órgão responsável por regularizar a venda de remédios em território nacional até que esta pomada possa ser comprada nas farmácias, sob orientação médica.

Tratamento caseiro para HPV

Um excelente remédio caseiro para HPV consiste aumentar as defesas naturais do organismo. Por isso, é recomendado:

  • Parar de fumar;
  • Praticar atividade física regularmente;
  • Beber bastante água e sucos de frutas;
  • Aumentar o consumo de frutas cítricas;
  • Ingerir, no mínimo, 2 frutas diferentes por dia;
  • Evitar as carnes, especialmente as vermelhas;
  • Comer sempre saladas e legumes, variando-os todos os dias;
  • Evitar comidas cheias de gorduras e as bebidas alcoólicas.

Ao adotar estas medidas, o organismo ficará mais forte e poderá combater o vírus do HPV mais rapidamente, mas isto não exclui a necessidade do uso dos medicamentos e qualquer outro tratamento médico.

Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, mais fácil será a cura desta doença, por isso veja de forma simples no vídeo a seguir como identificar os primeiros sintomas:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. HPV. Disponível em: <https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/120-hpv>. Acesso em 26 Out 2020
  • FIGUEIRÊDO, Camila B.; ALVES, Lariza D. S.; SILVA, Caio César A. R.; SOARES, Mônica F. R. et al. Abordagem terapêutica para o Papilomavírus humano (HPV). Rev. Bras. Farm. Vol 94. 1 ed; 4-17, 2013
  • FIOCRUZ. Prevenção e tratamento do HPV. Disponível em: <https://portal.fiocruz.br/noticia/prevencao-e-tratamento-do-hpv>. Acesso em 26 Out 2020
Mais sobre este assunto: