Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Estomatite: o que é, causas, principais sintomas e tratamento

A estomatite forma feridas que se parecem com aftas ou com uma úlcera, caso sejam maiores, podendo ser únicas ou múltiplas, surgem nos lábios, língua, gengiva e bochechas, acompanhadas de sintomas como dor, inchaço e vermelhidão.

O tratamento para estomatite, por possuir diferentes causas como a presença do vírus da herpes, hipersensibilidade alimentar e até queda do sistema imune, deve ser indicado por um clínico geral ou dentista, que após a avaliação do caso, indicará o tratamento mais adequado, que pode incluir pomadas antivirais, como o aciclovir, ou eliminação dos alimentos que causam estomatite, por exemplo.

Estomatite: o que é, causas, principais sintomas e tratamento

Possíveis causas

A estomatite pode ter várias causas, entre as principais podem ser citadas:  

1. Cortes ou pancadas

A estomatite por cortes ou pancadas acontece em pessoas com a mucosa oral muito sensível, e por isso uma lesão causada pelo uso de escovas de dente com cerdas firmes ou durante o uso fio dental e até ao comer alimentos crocantes ou que tenham casca, o que deveria ser apenas uma fissura se torna uma lesão com a aparência de afta, que causa dor, inchaço e incômodo. 

2. Queda do sistema imune

A queda do sistema imune durante picos de estresse ou ansiedade, por exemplo, faz com que a bactéria Streptococcus viridans que naturalmente faz parte da microbiota oral, se multiplique mais do que o normal, causando assim a estomatite. 

3. Vírus da herpes

O vírus da herpes que neste caso recebe o nome de estomatite herpética, causa aftas e úlceras logo que a pessoa tem contato com o vírus, e após a cicatrização da lesão, acontece o enraizamento do vírus nas células da face, que fica adormecido, mas que pode causar lesões quando o sistema imunológico sofre uma queda. Entenda o que é a estomatite herpética e como é feito o tratamento.

4. Fatores genéticos

Algumas pessoas tem a estomatite que foi herdada geneticamente, e nestes casos podem acontecer com maior frequência e ter lesões maiores, no entanto ainda não se sabe exatamente a razão deste fato.

5. Hipersensibilidade alimentar

A hipersensibilidade alimentar a glúten, ácido benzóico, ácido sórbico, cinamaldeído e corantes azo, pode causar estomatite em algumas pessoas, mesmo quando consumidos em pouca quantidade.

6. Deficiência de vitaminas e minerais

Os baixos índices de ferro, vitaminas do complexo B e ácido fólico, causam estomatite na maioria das pessoas, porém ainda não se sabe o motivo exato do porque isso acontece.

Estomatite: o que é, causas, principais sintomas e tratamento

Principais sintomas 

O principal sintoma da estomatite são as lesões que lembram uma afta ou úlcera, e que acontecem com frequência, no entanto, podem surgir outras sintomas como:

  • Dor na região da lesão; 
  • Sensibilidade na boca;
  • Dificuldade para comer, engolir e falar;
  • Mal estar geral;
  • Desconforto na boca;
  • Inflamação ao redor da lesão;
  • Febre.

Além disso, quando as aftas e úlceras que surgem provocam muita dor e desconforto, a escovação dos dentes acaba sendo evitada e que pode levar ao surgimento do mau hálito e gosto ruim na boca. 

Caso a estomatite seja recorrente, é indicado que um clínico geral ou dentista seja procurado para que possa ser definido a causa da estomatite e isso normalmente é feito através de um exame clínico pela observação da lesão e análise do relato da pessoa e a partir daí, definido o tratamento adequado. 

Como é feito o tratamento

O tratamento para a estomatite durante as crises, onde a ferida está aberta, é feito com a higiene do local afetado a cada três horas, além de fazer bochecho com enxaguantes bucais sem álcool. Fazer uma dieta branda, que não inclua alimentos salgados ou ácidos, reduz os sintomas e ajuda na redução das lesões.

Durante as crises, algumas medidas naturais como o uso de extrato de própolis e gotas de alcaçuz podem ser usados no local da ferida, pois ajudam a aliviar a ardência e o desconforto. Confira outros tratamentos naturais para a estomatite.

No entanto, casos as feridas sejam recorrentes, é indicado que um clínico geral ou dentista seja procurado, pois nos casos de vírus da herpes pode ser necessário fazer uso de remédios como aciclovir.

Já para quem sofre de hipersensibilidade alimentar, fator genético ou sistema imune enfraquecido, o clínico geral ou dentista poderá recomendar o uso de acetonido de triancinolona para ser aplicado sobre a lesão de 3 a 5 vezes ao dia, e o acompanhamento com o nutricionista, para que uma dieta especial seja feita, reduzindo assim a frequência e intensidade as crises de estomatite. 

Cuidados durante o tratamento

Durante o tratamento da estomatite aftosa existem alguns cuidados que podem ajudar na recuperação como:

  • Manter a boa higiene oral, escovando os dentes, usando fio dental e usando antisséptico bucal várias vezes por dia;
  • Fazer bochechos de água morna e sal;
  • Evitar alimentos muito quentes;
  • Evitar alimentos salgados ou ácidos.
  • Não tocar na ferida e em outro lugar em seguida;
  • Manter o local hidratado.

Além disso, também é importante beber muita água durante o tratamento para manter a hidratação, assim como é recomendado que seja feita uma alimentação mais líquida ou pastosa, à base de cremes, sopas, mingaus e purés. 

Bibliografia >

  • REVISTA BRASILEIRA DE OTORRINOLARINGOLOGIA. Estomatite aftosa recorrente Revisão bibliográfica . 2002. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72992002000400019&lng=pt&tlng=pt>. Acesso em 18 Set 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE . Manual de Especialidades em Saúde Bucal . 2008. Disponível em: <http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/manual_especialidades_bucal.pdf>. Acesso em 18 Set 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Quais os sinais, sintomas e tratamento de um paciente com estomatite? . Disponível em: <https://aps.bvs.br/aps/quais-os-sinais-sintomas-e-tratamento-de-um-paciente-com-estomatite/>. Acesso em 18 Set 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem