Angústia: o que é, sintomas e como é o tratamento

A angústia é uma situação psicológica caracterizada por um conjunto de sintomas que surgem devido a alguma situação em que a pessoa se sente ameaçada por algo que irá acontecer, o que leva à preocupação excessiva, irritabilidade, alteração dos batimento cardíacos e insegurança, por exemplo. Além disso, devido à preocupação excessiva, é possível também notar dor muscular provocada pela tensão e dor de cabeça constante.

Na presença de sinais e sintomas indicativos de angústia, é importante que o psicólogo seja consultado para que seja identificado o fator responsável pelo sentimento e, assim, possa ser iniciado o melhor tratamento, além de ser também importante que a pessoa pratique atividades que ajudem a promover a sensação de bem-estar, como atividade física ou meditação, por exemplo.

Angústia: o que é, sintomas e como é o tratamento

Sintomas de angústia

Os sintomas de angústia podem surgir de forma progressiva, sendo os principais:

  • Dor e sensação de aperto no peito e na garganta;
  • Batimentos do coração rápidos;
  • Sensação de sufocamento, com dificuldade em respirar;
  • Inquietação e desassossego constante;
  • Dor de cabeça constante;
  • Tensão muscular;
  • Mudança repentina de humor;
  • Falta de ar;
  • Pensamentos negativos;
  • Insegurança;
  • Insônia;
  • Tristeza constante.

Além destes sintomas comuns de angústia, a pessoa pode ainda apresenta outros sintomas que que podem ser confundidos com depressão e que tem impacto no dia-a-dia, como apatia, falta de apetite, insônia, dificuldades de concentração, contraturas musculares, dores no corpo e cansaço constante.

Possíveis causas

A angústia é normalmente desencadeada por situações que ainda vão acontecer e que é percebida como uma ameaça para a pessoa, o que gera preocupação excessiva e insegurança, resultando nos sintomas. No entanto, é possível também sentir-se angustiado quando há a lembrança de alguma situação passada ou ser consequência da perda de um ente querido, por exemplo.

Como tratar a angústia

Para tratar a angústia, é necessário resolver a causa que está na sua origem, de forma a eliminar todos os sintomas, sendo importante que esse processo seja acompanhado por um psicólogo. Isso porque o psicólogo poderá auxiliar melhor no processo de auto-conhecimento e de desenvolvimento de habilidades para enfrentar os sentimentos e as situações que causam angústia.

No entanto, em alguns casos, mesmo quando são realizadas sessões de terapia, é possível que os sinais e sintomas persistam, podendo a angústia ser acompanha por outros transtornos psicológicos, como depressão e/ou ansiedade, sendo necessário acompanhamento psiquiátrico, que pode indicar o uso de medicamentos que ajudam a promover a qualidade de vida.

Além da terapia, é importante investir em atividades que ajudem a relaxar e que possam promover a sensação de bem-estar, como por exemplo:

  • Praticar atividade física regularmente, pois a prática de exercícios promove a liberação de substâncias como dopamina, serotonina e endorfinas que estão associadas ao bem-estar e prazer, aliviando os sintomas de angústia. Além disso, a atividade física ajuda a relaxar os músculos e a aliviar as dores e tensões do corpo;
  • Praticar meditação, pois através do controle da respiração, redução das distrações e do silêncio é capaz de ajudar a acalmar a mente. O mindfulness é um tipo de meditação que pode auxiliar na redução dos sentimentos de angústia, pois ajuda a pessoa a lidar melhor com seus pensamentos negativos por meio da atenção e consciência plena, ou seja, estar mais atento às atividades diárias e cotidianas;
  • Ter uma alimentação saudável e rica em triptofano pode também ajudar a melhorar os sentimentos de angústia a promover o bem-estar. Dessa forma, é importante ter uma alimentação rica em grãos integrais, legumes e frutas, e reduzir alimentos que tenham muito açúcar e gordura;
  • Praticar yoga, que corresponde a um conjunto de exercícios para o corpo e para a mente que ajudam a aliviar sintomas de ansiedade e estresse. É baseado em três elementos como postura, respiração e meditação e ajuda a melhorar o equilíbrio, força muscular e promove bem-estar emocional.

Além disso, fazer a técnica de controle da respiração também pode ajudar a relaxar e aliviar os sintomas da angústia. Para isso, deve-se tentar respirar de forma profunda e lenta pelo nariz, levando o ar até ao abdômen e soltando o ar suavemente através da boca.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • HELPGUIDE. The Mental Health Benefits of Exercise. Disponível em: <https://www.helpguide.org/articles/healthy-living/the-mental-health-benefits-of-exercise.htm>. Acesso em 07 Out 2019
  • MAYO CLINIC. Psychotherapy. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/tests-procedures/psychotherapy/about/pac-20384616>. Acesso em 07 Out 2019
  • MENTAL HEALTH FOUNDATION. Living with Anxiety. Disponível em: <https://www.mentalhealth.org.nz/assets/A-Z/Downloads/Living-with-anxiety-report-MHF-UK-2014.pdf>. Acesso em 07 Out 2019
  • DAVIS, Daphne M.; HAYES Jeffrey A. . What Are the Benefits of Mindfulness? A Practice Review of Psychotherapy-Related Research. Psychotherapy. 48. 2; 198-208, 2011
  • RAKEL, David. Integrative Medicine. 4.ed. Philadelphia: Elsevier, 2018. 46-63.
Mais sobre este assunto: