Sintomas de ansiedade: como identificar (com teste online)

Os sintomas de ansiedade podem se manifestar a nível físico, como a sensação de aperto no peito e tremores, ou a nível emocional como a presença de pensamentos negativos, preocupação, insegurança ou medo, por exemplo e, geralmente, surgem vários sintomas ao mesmo tempo.

Estes sintomas podem surgir em adultos como uma resposta a situações estressantes como fazer uma prova ou entrevista de emprego, por exemplo, sendo considerado normal quando ocorrem de forma ocasional. Além disso, os sintomas de ansiedade também podem ocorrer em crianças, mas a criança pode ter mais dificuldade para explicar o que está sentindo. Saiba identificar os sintomas de ansiedade em crianças.

No entanto, quando esses sintomas ocorrem diariamente por mais de 6 meses, pode ser que a pessoa esteja sofrendo de ansiedade e, neste caso, deve-se consultar um psiquiatra para uma avaliação e, se necessário, iniciar o tratamento mais adequado. 

Teste online de ansiedade

Se acha que sofre com ansiedade, selecione como tem se sentido nas últimas 2 semanas:

  1. 1. Sentiu-se nervoso, ansioso ou no limite?
  2. 2. Sentiu que ficava cansado facilmente?
  3. 3. Teve dificuldade em adormecer ou permanecer a dormir?
  4. 4. Teve dificuldade em parar de se sentir preocupado?
  5. 5. Teve dificuldade em relaxar?
  6. 6. Sentiu-se tão preocupado que foi difícil ficar parado?
  7. 7. Sentiu-se facilmente irritável ou chateado?
  8. 8. Sentiu medo como se algo muito mau fosse acontecer?
Imagem que indica que o site está carregando

A ansiedade pode levar a pessoa a ser incapaz de realizar as tarefas do dia-a-dia, pois pode limitar o convívio com outras pessoas, por isso, é importante aprender a controlar e, se possível, tratar a ansiedade, sendo em alguns casos necessário fazer tratamento com psiquiatra e/ou psicólogo. Veja algumas dicas para controlar a ansiedade.

Sintomas físicos e psicológicos da ansiedade

Além dos sintomas psicológicos, a ansiedade também pode se manifestar fisicamente. Esta tabela apresenta uma lista mais completa dos diferentes sintomas que podem surgir:

Sintomas Físicos

Sintomas Psicológicos

Náuseas e vômitos

Agitação e balanço das pernas e dos braços

Tontura ou sensação de desmaio

Nervosismo

Falta de ar ou respiração ofegante

Dificuldade de concentração

Dor ou sensação de aperto no peito e palpitações no coração

Preocupação excessiva

Dor de barriga, podendo ter diarreia

Medo constante

Roer as unhas, sentir tremores e falar muito rápido

Sensação de que algo ruim vai acontecer

Tensão muscular, causando dor nas costas

Descontrole sobre os próprios pensamentos

Irritabilidade e dificuldade para dormir

Sensação de morte

Normalmente as pessoas com ansiedade sentem vários destes sintomas ao mesmo tempo, especialmente em momentos importantes ou quando é necessário se expor a outras pessoas, como durante apresentação de trabalhos ou reuniões. No caso das crianças que experienciam ansiedade, por vezes só apresentam um sintoma e não vários como nos adultos, por isso, deve-se consultar o pediatra.

Possíveis causas

As causas da ansiedade ainda não são totalmente conhecidas, porém, sabe-se que existem fatores que podem causar ansiedade, como predisposição genética ou como lidar com situações como morte ou problemas financeiros, por exemplo.

Os principais fatores que podem causar ansiedade são:

  • Biológicos: alterações em neurotransmissores e áreas específicas no cérebro responsáveis pelas emoções, como o sistema límbico;
  • Ambientais: determinadas situações familiares, de trabalho ou financeiras, podem gerar ansiedade e estresse;
  • Psicológicas: situações traumáticas do passado que geram ansiedade, pelo medo de se repetir.

Além disso, a ansiedade pode surgir devido a doenças como hiper ou hipotireoidismo, asma, diabetes, câncer, doenças cardiovasculares ou psiquiátricas, como depressão ou transtornos de personalidade, por exemplo.

Da mesma forma, existem remédios e substâncias que podem causar sintomas de ansiedade, como anfetaminas, insulina, anticoncepcionais, consumo excessivo de bebidas alcoólicas ou cafeína, ou até mesmo síndrome de abstinência do álcool.

Em algumas situações, o uso excessivo de redes sociais também podem ser responsáveis por causar ansiedade, tristeza, frustração ou mal-estar. Conheça quais as doenças que o uso de redes sociais pode causar.

Como é feito o tratamento

Para controlar a ansiedade, pode-se tomar remédios indicados pelo psiquiatra que ajudam a diminuir alguns dos sintomas, além de usar plantas medicinais que têm efeito calmante, sempre com orientação médica. Além disso, é recomendado fazer acompanhamento com o psicólogo.

1. Remédios de farmácia

Os remédios de farmácia para o tratamento da ansiedade deve ser recomendados pelo psiquiatra são os antidepressivos, ansiolíticos e benzodiazepínicos, como alprazolam, lorazepam, midazolam, venlafaxina, ou duloxetina, por exemplo, pois ajudam a diminuir os sintomas.

É importante ressaltar que esses remédios podem demorar até 2 a 4 semanas para ter o efeito desejado, devendo-se sempre ter o acompanhamento e orientação do médico.

2. Remédios naturais

Alguns exemplos de remédios naturais que podem ser usados para ansiedade são:

  • Camomila: tem ação calmante do sistema digestivo e nervoso, criando uma sensação de harmonia, que ajuda a acalmar em estados de agitação e nervosismo;
  • Tília: possui propriedades calmantes, auxiliando no tratamento de distúrbios do sistema nervoso como estresse excessivo, ansiedade.
  • Alface: ajuda a relaxar os músculos e o sistema nervoso. 

Além disso, técnicas como tomar banhos mornos ou receber massagens no corpo ajudam a relaxar e aliviar a tensão, auxiliando no tratamento. 

É também recomendado, consultar um psicólogo para fazer terapia, como terapia cognitivo-comportamental, para ajudar a entender a causa da ansiedade e para que a pessoa aprenda formas de como agir em situações que podem causar a ansiedade.

Assista ao vídeo a seguir com outras opções de remédios naturais para acalmar a ansiedade:

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: