Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas de insuficiência cardíaca

Os sinais e sintomas da insuficiência cardíaca são causados pelo acumulo de sangue que o coração não consegue bombear, e incluem o cansaço para grandes esforços, falta de ar, inchaço e tosse, por exemplo. Ao longo do tempo, os sintomas podem evoluir para o cansaço a realizar pequenos esforços, como comer ou escovar os dentes, e surgimento de inchaços espalhados pelo corpo.

Quando a pessoa apresenta estes sintomas, deve procurar um cardiologista para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado, que pode incluir o uso de remédios, a realização de fisioterapia ou até mesmo um transplante cardíaco, nos casos mais graves.

Os sinais e sintomas mais comuns da insuficiência cardíaca, podem incluir:

  • Cansaço, fraqueza e limitação física a esforços habituais;
  • Apneia do sono e falta de ar durante o dia;
  • Inchaço dos pés, pernas, tornozelos e barriga;
  • Batimentos cardíacos mais rápidos;
  • Tosse seca noturna;
  • Má digestão, náuseas e enfartamento;
  • Chiado no peito após fazer esforços;
  • Inchaço do abdômen;
  • Perda de apetite;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade de concentração;
  • Aumento do peso, devido a retenção de líquidos;
  • Urina mais concentrada e aumento da frequência urinária, sobretudo à noite.

Além destes sintomas, pode surgir uma dor no peito, que poderá ser sinal de um infarto. Saiba como identificar os sintomas de um infarto.

Como é feito o diagnóstico

Para identificar a insuficiência cardíaca, o médico pode solicitar diversos exames, como exames de sangue, Raio-X ao peito para avaliar o coração e os pulmões, eletrocardiograma, ecocardiograma, ressonância magnética, tomografia computadorizada, ou uma angiografia, por exemplo. Saiba como é feita a angiografia e o que fazer para se preparar para o exame.

Em que consiste o tratamento

Depois de realizado o diagnóstico, o tratamento deve ser orientado por um cardiologista e, normalmente, envolve o uso de remédios que fortalecem o músculo cardíaco, anti-hipertensores e diuréticos, para diminuir a pressão do sangue sobre o coração e para diminuir a retenção de líquidos.

Além disso, é ainda recomendada a prática regular de exercício físico adaptada pelo cardiologista, como caminhar ou andar de bicicleta, e, em alguns casos, fisioterapia, para ajudar na recuperação do paciente e na diminuição dos sintomas. Nos casos mais graves, pode ser necessário realizar uma cirurgia, para fazer um transplante de coração. Veja mais sobre o tratamento para insuficiência cardíaca.

Confira as orientações da nutricionista Tatiana Zanin para saber o que pode comer para controlar os sintomas, complementando o tratamento:

Bibliografia >

  • FILHO, Roberto Kalil; FUSTER, Valentin. Medicina Cardiovascular: Reduzindo o impacto das doenças. 1.ed. São Paulo: Atheneu, 2016. 558-567.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem