Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sistema urinário: o que é, principais órgãos e como funciona

O sistema urinário é composto pelos rins, ureteres, bexiga e uretra. Sua função é basicamente filtrar o sangue para eliminação das toxinas e restos metabólicos através da urina, mantendo a homeostase, que é o equilíbrio interno do organismo e que promove o bom funcionamento dos órgãos.

Os rins filtram todo sangue corporal em poucos minutos, sendo este um processo contínuo. O sangue chega ao rim pela artéria aorta abdominal, que se ramifica e forma as artérias renais, e a veia cava inferior, também se divide e forma as veias cavas renais. 

Sistema urinário: o que é, principais órgãos e como funciona

Órgãos do sistema urinário

As principais características de cada parte desse sistema, são: 

  • 2 Rins: Os rins possuem uma forma de feijão, medem em média 12 x 6 x 3 cm no adulto, e pesam cerca de 150 g cada um. Os rins estão localizados um de cada lado da coluna vertebral, e o rim direito está um pouco mais abaixo que o esquerdo por causa da posição do fígado. Os rins estão cobertos por uma cápsula fibrosa formada de tecido adiposo, que protege os rins de traumas. Os rins podem ser divididos em: córtex e medula. O córtex possui estruturas vasculares, os corpúsculos renais, onde o sangue é filtrado. Em apenas um dia, os rins produzem 1-2 litros de urina ao filtrar 180 litros de sangue. 
  • 2 Ureteres: São dois tubos que unem o rim à bexiga. Os ureteres realizam movimentos peristálticos para conduzir a 'urina' até a bexiga.
  • Bexiga: É uma bolsa que armazena a urina, possui uma camada muscular chamada túnica muscular. Vazia ela tem formato de pera e cheia tem formato de bola. A bexiga pode armazenar até 800 ml de urina.
  • Uretra: É um tubo que conduz a urina da bexiga para fora do corpo, sendo um pouco diferente no homem e na mulher. Na mulher apenas serve para excreção da urina, mas no homem também conduz a ejaculação. 

Sistema urinário masculino

A diferença entre o sistema urinário masculino e o feminino é que nos homens a uretra tem uma dupla função, passagem de urina e do sêmen. A uretra masculina é dividida em: prostática (3-4 cm), membranosa (1-2 cm) e peniana (cerca de 15 cm).

Sistema urinário feminino 

A uretra feminina é diferente da uretra masculina conduzindo apenas a urina para fora do corpo. Ela termina próximo do meio externo e tem maiores chances de contaminação com micro-organismos presentes dentro da vagina e região anal, e por isso a infecção urinária é mais comum nas mulheres. 

Funções do sistema urinário 

A principal função do sistema urinário é a filtragem do sangue, com intuito de manter o equilíbrio hidroeletrolítico, mantendo em quantidades ideais a água e os eletrólitos, como sódio, cloreto, potássio e outros. Entretanto, esse sistema também é responsável pela manutenção do pH do sangue, e pela manutenção da pressão arterial, já que ele regula a quantidade de água que está presente no sangue.

Possíveis doenças do sistema urinário

As doenças mais comuns do sistema urinário são: 

1. Infecção urinária 

Ocorre quando microrganismos do meio externo adentram pela uretra e chegam a bexiga, causando sintomas como dor e ardência ao urinar. O tratamento é feito com antibióticos receitados pelo médico, mas quando não é realizado logo no início dos sintomas, os microrganismos continuam se proliferando e subindo, podendo chegar até os rins e ureteres. Saiba como identificar e tratar a infecção urinária

2. Nefrite 

É quando os microrganismos atingem os rins causando sintomas como fraqueza, dor nas costas, febre alta com calafrios e gotas de sangue na urina. O tratamento é feito com antibióticos receitados pelo médico. Veja como identificar a nefrite.

3. Insuficiência renal

Acontece quando os rins não filtram o sangue de forma adequada, havendo complicações como acidez sanguínea e aumento da pressão arterial. Essa situação precisa ser revertida o quanto antes, já que é uma situação grave e que pode colocar a vida da pessoa em risco.

Em alguns casos é possível curar com medicamentos, no entanto, em casos mais graves, o médico pode indicar a realização de filtração do sangue através de um aparelho de hemodiálise, todos os dias ou 2-3 vezes por semana. Quando o tratamento não é feito corretamente ou quando não há resposta do organismo ao tratamento indicado pelo médico, é possível que a doença torne-se crônica. Saiba como identificar e tratar a insuficiência renal

Bibliografia >

  • Universidade Federal de Juiz de Fora. Sistema Urinário. 2014. Disponível em: <http://www.ufjf.br/anatomia/files/2014/07/AULA-13-Sistema-Urin%C3%A1rio-Parte-1.pdf>.
  • João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto. Sistema Urinário. 2012. Disponível em: <http://www.jvasconcellos.com.br/fat/wp-content/uploads/2012/11/Aula-10-AH.pdf>.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem