Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para Síndrome de Asperger

O tratamento para a Síndrome de Asperger tem como objetivo promover a qualidade de vida e sensação de bem-estar da criança, uma vez que através de sessão com psicólogos e fonoaudiólogos é possível que a criança seja estimulada a interagir e se relacionar com outras pessoas. Assim, é importante que o tratamento seja iniciado logo após o diagnóstico, sendo assim possível obter melhores resultados ao longo do tratamento.

Os pacientes com Síndrome de Asperger geralmente são inteligentes, mas têm um pensamento muito lógico e pouco emocional, e por isso tem muita dificuldade de relacionar com os outros, mas quando se estabelece uma relação de confiança com a criança, o terapeuta pode discutir e compreender o porquê de alguns comportamentos "estranhos" ajudando a identificar qual a estratégia mais adequada para cada caso. Entenda como identificar a Síndrome de Asperger.

Tratamento para Síndrome de Asperger

1. Acompanhamento psicológico

O acompanhamento psicológico é fundamental na Síndrome de Asperger, pois é durante as sessões que são observadas as principais características apresentadas pela criança e, assim, é possível identificar situações que essas características são evidenciadas. Além disso, durante o tratamento com o psicólogo, a criança é estimulada a conversar e conviver com outra pessoa que não faz parte do seu dia a dia.

É importante também que os pais e os professores participem desse processo e apoiem o desenvolvimento da criança. Assim, alguns exemplos do que os pais e professores podem fazer para ajudar ajudar a criança com Síndrome de Asperger são:

  • Dar ordens simples, curtas e claras à criança. Por exemplo: "Guarde o quebra-cabeça dentro da caixa, depois de brincar" e não: "Guarde os seus brinquedos, depois de brincar";
  • Perguntar à criança o porquê da forma que está agindo no momento da ação;
  • Explicar de forma clara e calma que a atitude "estranha", como falar um palavrão ou jogar algo em outra pessoa, é desagradável ou não é aceitável pelos outros, para que a criança não repita o erro;
  • Evitar julgar a criança pelos comportamentos que tem.

Além disso, de acordo com o comportamento que a criança apresenta, o psicólogo pode fazer jogos que possam ajudar a facilitar a convivência ou ajudar a criança a entender o porquê de ter tido determinada atitude e o impacto de suas ações, por exemplo, umas vez que muitas vezes não conseguem entender o que é certo e errado.

2. Sessões de fonoaudiologia

Como em alguns casos a criança pode ter dificuldades para falar com outras pessoas, as sessões com fonoaudiólogo pode ajudar a estimular a fala e a construção de frases, além disso as sessões também podem ajudar na modulação do tom de voz da criança, já que em alguns casos podem gritar ou falar com mais força em situações em que isso não é necessário, no entanto a criança entende que é o adequado.

Além de ajudar as crianças a conviverem com outras por meio do estímulo da fala, o fonoaudiólogo também pode ajudar a criança a expressar adequadamente os seus sentimentos, sendo importante que a criança esteja sendo acompanhado pelo psicólogo para que consiga identificar o seu sentimento em diferentes situações.

3. Tratamento com medicamentos

Não existe medicamento específico para a Síndrome de Asperger, no entanto quando a criança apresenta sinais de ansiedade, depressão, hiperatividade ou déficit de atenção, o psicólogo pode o encaminhar para o psiquiatra para que seja recomendado o uso de medicamentos que ajudem a controlar os sinais e sintomas dessas alterações, ajudando a promover a qualidade de vida da criança.

Bibliografia >

  • THE NATIONAL AUTISTIC SPCIETY. What is Asperger syndrome?. Disponível em: <https://www.sabp.nhs.uk/application/files/4215/1964/9052/What_is_Asperger_Syndrome.pdf>. Acesso em 03 Jun 2020
  • AUTISMO E REALIDADE. Síndrome de Asperger e Autismo de Alta Funcionalidade Kit de Ferramentas. 2010. Disponível em: <http://autismo.institutopensi.org.br/wp-content/uploads/manuais/Manual_para_Sindrome_de_Asperger.pdf>. Acesso em 22 Jun 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem